Alasca

“O Alasca, que é o maior dos estados dos Estados Unidos, possui características climáticas, econômicas e de ocupação muito distintas dos outros 49 estados.”

O Alasca, cuja capital é Juneau (em homenagem a Joe Juneau, um garimpeiro que encontrou ouro na região), é uma península cujo território faz fronteira com o Canadá. É um dos 50 estados dos Estados Unidos, embora não possua ligação territorial com esse país.

O Alasca foi comprado pelos Estados Unidos em 1867. Na data, o Império Russo recebeu 7,2 milhões de dólares pela venda do espaço. Esse valor foi bastante questionado pelos opositores à compra, que acreditavam ser um mau investimento, já que até então se acreditava que o estado era apenas uma porção de gelo estéril e sem propósito econômico.

As críticas à compra do território cessaram quando, no século seguinte, foram descobertas reservas importantes de ouro, zinco, gás natural, carvão, pedras preciosas e prata. Ainda no final da década de 1960, foi descoberta, no extremo norte do Alasca, a maior reserva de petróleo do continente americano – que se configura na atualidade como a maior fonte de renda do estado. A mineração é a atividade econômica mais importante dessa península gelada.
 

  • Aspectos físicos

O Alasca é bem conhecido pela sua paisagem surpreendente, haja vista a sua vasta extensão territorial, as regiões vulcânicas e montanhosas e o deserto gelado. Denali (ou Mount McKinley) é a montanha mais alta dos EUA, com 6193 metros de altitude. A península alasquiana é banhada pelo Oceano Pacífico.

A taiga, ou floresta boreal (composta por árvores coníferas), pode ser encontrada no interior e no sul. A tundra, vegetação rasteira e muito adaptada às baixas temperaturas, predomina no norte. A tundra é um tipo vegetação composta por musgos e líquens que surge nos breves meses de verão.

O Alasca é cortado pelo rio Yukon, um dos mais extensos da América, com mais de três mil quilômetros de comprimento. O estado também possui milhares de pequenos lagos, especialmente em sua porção central, onde o relevo é marcado por uma vasta planície rebaixada. Nas Montanhas Rochosas e na cadeia de Montanhas do Pacífico, estão as maiores altitudes do relevo. As terras do Alasca são conhecidas por uma expressiva quantidade de geleiras (glaciares), que variam em tamanho e podem chegar a ter até 80 km de extensão.

O Alasca é marcado pela presença de extensas e numerosas geleiras (glaciares)
O Alasca é marcado pela presença de extensas e numerosas geleiras (glaciares)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A ocorrência de glaciares em terras alasquianas está ligada à sua localização geográfica no extremo norte do planeta, o que favorece as baixíssimas temperaturas registradas durante quase todo o ano.

O Alasca tem um clima muito frio, e a sua proximidade com o polo norte afeta drasticamente o seu clima e o cotidiano dos habitantes. O extremo norte do Alasca é conhecido como a "Terra do Sol da meia-noite", já que o sol não se põe, proporcionando 24 horas de luz do dia, do início de maio ao início de agosto. Em oposição, o sol não nasce do final de novembro até o final de janeiro.

No norte, o clima é polar e, no sul e litoral, o clima é temperado. As temperaturas médias variam de -24°C a 16°C, dependendo da região e do período do ano.
 

  • Aspectos demográficos

A ocupação do estado do Alasca, desde a sua criação, apresentou notáveis dificuldades. As terras recobertas de neve e gelo inviabilizam em muitos locais a agricultura e a pecuária, além do clima rigoroso para a população. Entretanto, os avanços na tecnologia, transportes e comunicação têm, nas últimas décadas, propiciado aos habitantes desse território um cotidiano mais confortável.

A região sul do Alasca possui floresta de coníferas. No verão, as temperaturas são mais amenas e a atividade pesqueira intensifica-se *
A região sul do Alasca possui floresta de coníferas. No verão, as temperaturas são mais amenas e a atividade pesqueira intensifica-se *

Apesar do gradativo aumento da população, a densidade demográfica do Alasca ainda é a menor dos estados dos Estados Unidos. Isso ocorre em virtude de sua população reduzida: 730 mil habitantes em oposição ao seu vasto território – 1.723.336 km². A distribuição da população, portanto, ocorre de maneira desigual.

Enquanto no norte, onde estão as mais baixas temperaturas, a população é escassa, nas regiões sul e sudeste, há uma maior concentração populacional. As regiões costeiras, onde o clima não é tão rigoroso, são as mais ocupadas. As principais cidades são Juneau (a capital), Anchorage e Fairbanks.

* Créditos da imagem: Florence-Joseph McGinn - Shutterstock.com

Publicado por: Amarolina Ribeiro
O Alasca é cheio de peculiaridades
O Alasca é cheio de peculiaridades

Assuntos Relacionados