Aquífero

“Um aquífero envolve uma área de grande receptividade hídrica, armazenando no subsolo uma grande quantidade de água que pode ser utilizada pela sociedade.”

Por definição, um aquífero é uma unidade geológica onde se infiltra e se armazena água que pode ser utilizada como fonte de abastecimento. Geralmente, ao penetrar em camadas porosas, quase sempre de rochas sedimentares, a água passa por um natural processo de filtragem, tornando-se própria para consumo. Em um aquífero ocorre também uma permeabilidade que permite a movimentação do volume de água em seu interior.

Existem vários tipos de aquíferos, classificados de diferentes formas com base nos mais distintos critérios. Em uma dessas possibilidades, há a divisão que apresenta três tipos de aquíferos: os livres, os suspensos e os confinados

O aquífero livre apresenta-se com um extrato superior permeável, sendo inferiormente limitado por uma rocha permeável ou semipermeável. Encontram-se, em geral, em profundidades pequenas, sendo quase sempre limitados pela própria superfície ou pelo limite de acumulação da água. Esse tipo de aquífero é o de mais fácil extração de recursos hídricos, sendo, muitas vezes, chamado de aquífero freático.

Os aquíferos suspensos são formados por uma base inferior impermeável e uma base superior permeável ou semipermeável, sem a capacidade de transmitir, acumular ou receber mais água.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Já os aquíferos confinados são aqueles cercados por camadas impermeáveis e mantidos sob uma pressão interna superior à pressão atmosférica. Quando perfurados, os seus poços costumam jorrar água em velocidade razoável em razão dessa pressão superior.

Esquema simplificado dos principais tipos de aquíferos
Esquema simplificado dos principais tipos de aquíferos

Os aquíferos são importantes fontes de recursos em razão de sua grande quantidade de água armazenada. No entanto, torna-se problemática a sua utilização excessiva e, principalmente, a sua contaminação com a poluição dos solos e a utilização de reagentes químicos na superfície, pois isso compromete a durabilidade e o poder de renovação desse recurso natural. No Brasil, há dois grandes e importantes aquíferos: o Guarani, situado no Centro-sul e que se estende por outros países, além do aquífero Alter do Chão, localizado na região Norte.

Publicado por: Rodolfo F. Alves Pena
São os aquíferos que alimentam boa parte das nascentes de água
São os aquíferos que alimentam boa parte das nascentes de água
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados