Biogás

A viabilidade do biogás
A viabilidade do biogás

É o gás gerado a partir da decomposição de matéria orgânica pela ação de bactérias como, por exemplo, lixo, palha, esterco, etc. Durante a decomposição desse material, os microrganismos fazem a retirada das substâncias necessárias para sua sobrevivência, contudo nesse processo eles liberam na atmosfera gases e calor. O biodigestor é o aparelho utilizado para aproveitar o biogás. Essa fonte de energia está ganhando cada vez mais espaço, pois com a criação dos créditos de carbono, os países industrializados pagam para os países subdesenvolvidos diminuírem sua poluição. Dessa forma os países que utilizam os biodigestores acabam incrementando sua economia ao mesmo tempo em que não agridem o meio ambiente.

O Brasil é um dos países que tem grande potencialidade para a instalação de biodigestores e o aproveitamento da energia gerada por eles. Para isso, estão sendo realizados inúmeros estudos relacionados à viabilidade técnica e econômica do biogás, em especial na cidade de São Paulo, mas os resultados demonstram que o aproveitamento do lixo urbano visando ao abastecimento de gás doméstico para a população desse tipo de fonte aparentemente é mais adequado para o uso descentralizado, em pequena escala, e não nos grandes centros urbanos.
O biogás pode ser utilizado no funcionamento de geradores, motores, geladeira, aquecedor de água, lançador de chamas e na substituição do gás liquefeito na cozinha.

Produção

Um metro cúbico de gás pode ser produzido com as seguintes substâncias;

• 25 kg de esterco de vaca fresco;
• 5 kg de esterco de galinha fresco;
• 20 kg de lixo;
• 12 kg de esterco de porco fresco.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Assuntos Relacionados