Brasil

Brasil, oficialmente República Federativa do Brasil, é um país localizado no continente americano, especificamente na América do Sul. A leste, o país é banhado pelo oceano Atlântico; a oeste, faz fronteiras com países, como Argentina, Uruguai, Paraguai, Bolívia e Venezuela. A norte, o país é cortado pela Linha do Equador, e a sul, pelo Trópico de Capricórnio.

O país é o maior da América do Sul em extensão territorial e um dos mais populosos também, contudo é considerado pouco povoado, e isso se deve ao tamanho de sua área. O Brasil possui uma enorme diversidade cultural, étnica, religiosa e também no que se refere aos aspectos naturais, como vegetação, clima, relevo, fauna e flora. No país, o português é a língua oficial, o que nos remete a sua colonização.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Leia também: Bandeira do Brasil: história e significados das estrelas

Dados gerais

Nome oficial

República Federativa do Brasil

Gentílico

Brasileiro(a)

Localização

América do Sul

Capital

Brasília

Governo

República Federativa Presidencialista e sistema político multipartidarista (admite vários partidos políticos)

Moeda

Real

Área

8.510.820,623 km2

População

208.494.900 habitantes

Densidade demográfica

24,64 habitantes por quilômetro quadrado

Produto Interno Bruto

US$ 2,056 trilhão

Índice de Desenvolvimento Humano

0,76

Estados do Brasil

O território brasileiro é dividido em 26 estados e um Distrito Federal, portanto, em 27 unidades federativas que se distribuem nas cinco regiões do país. Confira quais são essas unidades e suas respectivas capitais a seguir:

Estados

      Capitais    

Acre (AC)

Rio Branco

Alagoas (AL)

Maceió

Amapá (AP)

Macapá

Amazonas (AM)

Manaus

Bahia (BA)

Salvador

Ceará (CE)

Fortaleza

Distrito Federal (DF)

Brasília

Espírito Santo (ES)

Vitória

Goiás (GO)

Goiânia

Maranhão (MA)

São Luís

Mato Grosso (MT)

Cuiabá

Mato Grosso do Sul (MS)

Campo Grande

Minas Gerais (MG)

Belo Horizonte

Pará (PA)

Belém

Paraíba (PB)

João Pessoa

Paraná (PR)

Curitiba

Pernambuco (PE)

Recife

Piauí (PI)

Teresina

Rio de Janeiro (RJ)

Rio de Janeiro

Rio Grande do Norte (RN)

Natal

Rio Grande do Sul (RS)

Porto Alegre

Rondônia (RO)

Porto Velho

Roraima (RR)

Boa Vista

Santa Catarina (SC)

Florianópolis

São Paulo (SP)

São Paulo

Sergipe (SE)

Aracaju

Tocantins (TO)

Palmas

Capital

A capital do Brasil é Brasília, localizada no Distrito Federal.
A capital do Brasil é Brasília, localizada no Distrito Federal.

A atual capital do Brasil é Brasília. A cidade localiza-se no Centro-Oeste brasileiro. Brasília é também a sede do governo do Distrito Federal. A cidade tornou-se capital do país em 1960, durante o governo de Juscelino Kubitschek. Anterior à escolha de Brasília como capital, o país teve outras duas capitais.

A primeira foi Salvador, cidade situada no estado da Bahia, no Nordeste brasileiro. A escolha de Salvador deu-se em 1549 por Tomé de Sousa, primeiro governador-geral do Brasil. Após Salvador, a cidade do Rio de Janeiro foi nomeada capital brasileira, localizada no estado homônimo, no Sudeste brasileiro, em 1763.

Mapa

Mapa político do Brasil. (Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)
Mapa político do Brasil. (Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)

Saiba mais: Mapa do Brasil: confira outras representações cartográficas do nosso território

Regiões do Brasil

O território brasileiro é dividido em cinco grandes regiões. Essa regionalização foi feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entidade da administração pública federal considerada a principal fornecedora de dados e informações do país. A regionalização atual foi elaborada em 1970 e agrupa estados cujas características são semelhantes, como os aspectos naturais, sociais e econômicos.

Norte

A região Norte é composta por sete estados: Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Essa é a maior região brasileira, com 3.853.676,948 km2, o que representa quase 45% do território do país. Com cerca de 18.182.253 habitantes, o Norte é considerado populoso, porém pouco povoado, possuindo a menor densidade demográfica (relação entre o número de habitantes e a área habitada) entre as regiões: 4,72 habitantes por quilômetro quadrado.

Nordeste

A região Nordeste é composta por nove estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. A região corresponde à boa parte do litoral brasileiro e apresenta uma área de 1.544.291 km2. Entre as regiões do país, essa é a que apresenta os menores índices de desenvolvimento social. Isso significa que boa parte do Nordeste sofre com políticas públicas insuficientes ou ineficientes, o que cria um desafio para o seu desenvolvimento econômico. Esse desafio é reforçado devido às características naturais da região. O clima semiárido dificulta o desenvolvimento da agricultura e da pecuária, atividades essas bastante desenvolvidas no resto do país.

Centro-Oeste

A região Centro-Oeste é composta por três estados: Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e também pelo Distrito Federal. Essa região apresenta grandes particularidades, especialmente quanto aos aspectos naturais, visto que ela faz fronteira com quase todas as demais regiões, resultando então numa enorme biodiversidade. Atualmente a região é bastante conhecida pela expansão da agropecuária e do extrativismo mineral.

Sudeste

A região Sudeste é composta por quatro estados: Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Essa região destaca-se das demais quando o assunto é economia e população. O sudeste brasileiro é a região mais populosa do Brasil, ultrapassando a marca de 85 milhões de habitantes. Muitos destes são migrantes que se deslocam de outras regiões para lá em busca de oportunidades de emprego. Essa região é responsável por 55,2% do Produto Interno Bruto nacional, ou seja, a soma de todos os bens e serviços produzidos no país durante um ano ou trimestre.

Sul

A região Sul é composta por três estados: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Essa região difere-se das demais em diversos aspectos. O Sul do país foi colonizado não só por portugueses mas também por holandeses, alemães, italianos, entre outros. Com uma área de 576.774 km2, a região Sul, diferentemente das outras regiões, apresenta as estações do ano bem definidas, ou seja, as características comuns de cada estação são realmente vivenciadas em cada uma delas. No restante do Brasil, há basicamente duas estações: uma seca e uma chuvosa.

Aspectos gerais

População

Como dito, a população brasileira apresenta uma enorme pluralidade étnica e cultural devido à colonização e aos processos migratórios. Cerca de 86,6% da população vivem nas áreas urbanas, concentradas especialmente na região Sudeste.

A taxa de natalidade (número de nascidos vivos no período de ano com base no número de habitantes) é de 14,163 por mil habitantes, número esse menor do que o do período de 2012 a 2016, segundo o IBGE. Já a taxa de mortalidade (número de óbitos ao longo de um ano com base no número de habitantes), que demonstrou um leve aumento entre os anos de 2012 e 2016, é de 6,165 por mil habitantes.

Há no país um maior número de mulheres, cerca de 107.268.645. Já os homens são ao todo 103.599.314. A esperança de vida do brasileiro, segundo o IBGE, é 75,7 anos, expectativa essa que cresceu entre os anos de 2013 e 2017. Cerca de 97,5% da população têm acesso à água potável, e 86,15%, à rede sanitária.

Dados do IBGE (Censo 2010) mostram que 47,1% da população brasileira declaram-se brancos; 43,42%, pardos; 7,52%, negros; 1,1%, amarelos; e 0,43%, indígenas.

Leia também: Imigração haitiana no Brasil: causas e consequências

Economia

A economia do Brasil é considerada uma das maiores do mundo, ocupando o sétimo lugar no ranking mundial (segundo o Programa das Nações Unidas para o Brasil) e a maior da América Latina (região do continente americano composta por países que falam línguas românicas, como o espanhol, português e francês).

A economia brasileira baseia-se principalmente na agropecuária, cuja produção é voltada para o mercado externo; na mineração, visto que o país é extremamente rico em recursos minerais; nas indústrias de aeronaves, automobilística, têxteis, de calçados, de petrolífica do pré-sal, e de serviços. Segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, o agronegócio é responsável por 23% do PIB brasileiro, ocupando nosso país o terceiro lugar no ranking de maiores exportadores mundiais de produtos agrícolas.

Vegetação

Mapa dos biomas brasileiros. (Fonte: IBGE)
Mapa dos biomas brasileiros. (Fonte: IBGE)

A vegetação no Brasil é extremamente diversificada. Há no país seis grandes biomas: Amazônia, Cerrado, Caatinga, Mata Atlântica, Pampa e Pantanal. Esses compreendem inúmeros ecossistemas caracterizados pela grande biodiversidade. No país podemos encontrar florestas tropicais, florestas equatoriais e florestas de araucárias. Muitos desses biomas têm sofrido com a devastação, perdendo parte da sua vegetação original. Para saber mais sobre os biomas brasileiros, leia nosso texto: Biomas brasileiros.

Clima

O clima predominante no Brasil é o tropical. Contudo, devido à grande extensão territorial do país, há uma diversidade climática. A região Norte é caracterizada pelo clima equatorial úmido, com chuvas durante boa parte do ano. Já na região Nordeste, o clima característico é o semiárido, com elevadas temperaturas e baixos índices pluviométricos ao ano.

No Centro-Oeste brasileiro, apresenta-se o clima tropical, com duas estações bem definidas: invernos secos e verões úmidos. A região Sudeste apresenta algumas variações climáticas, como subtropical úmido e tropical de altitude. Na região Sul, o clima predominante é o subtropical, apresentando em algumas de suas partes temperaturas negativas.

Veja mais: Qual é a diferença entre clima e tempo?

Relevo

O relevo brasileiro é diversificado, podendo ser encontradas no território áreas de planícies, planaltos e cerrados, assim como áreas de morros e serras. As planícies podem ser encontradas em diversas regiões, como Norte e Sul. Serras e morros são características também de diversas regiões, com destaque para o Sudeste brasileiro. O planalto é predominante no Centro-Oeste do país.

Religião

A religião predominante no país é a Católica Apostólica Romana, mas há uma enorme diversidade religiosa no território brasileiro. Há um grande grupo de cristãos divididos em católicos, pentecostais, episcopais, metodistas, luteranos e batistas. Há também uma parcela espírita, judeus, muçulmanos, budistas e também grupos umbandistas. Cerca de 64,6% dos brasileiros declaram-se católicos; 22,2%, protestantes; 8%, ateus; 2%, espíritas; e 3,2%, outra religião.

É importante dizer que o Estado é laico e a Constituição do país prega a liberdade religiosa.

História do Brasil

O território brasileiro foi colonizado pelos portugueses a partir de 1500, quando encontrado por uma expedição liderada por Pedro Álvares Cabral. A grande diversidade cultural e étnica no país deve-se à miscigenação entre os povos europeus, indígenas (que aqui habitavam anteriormente à colonização) e escravos (trazidos da África durante esse período). Mais tarde essa colonização também se deu por alemães, italianos, espanhóis, japoneses e outros povos que para cá migraram.

Brasil é o maior país da América do Sul e uma das maiores economias do mundo.
Brasil é o maior país da América do Sul e uma das maiores economias do mundo.

O Brasil declarou independência de Portugal em 7 de setembro e proclamou a República em 15 de novembro de 1889. Para chegar-se ao Brasil atual (sendo esta a fase em que nos encontramos na história do país e referente às últimas três décadas após o fim do período militar), o país passou por diversas outras fases. A primeira, como mencionado, refere-se ao período anterior à chegada dos europeus. Tal fase ficou conhecida como Período Pré-Cabralino. Após a chegada dos colonizadores, iniciou-se a fase do Brasil Colônia (após 1500). Esse período perdurou até o início do século XIX.

Após a chegada da Família Real, iniciou-se no Brasil, em 1822, a fase do Brasil Império, sucedida pelo Período Regencial, entre 1831 e 1840, que corresponde ao Primeiro Reinado e ao Segundo Reinado. Com a Proclamação da República, o país entrou para na fase do Brasil República, que se estendeu até o período em que houve o regime militar. Para saber mais sobre o assunto, leia nosso texto: História do Brasil

Publicado por: Rafaela Sousa

Assuntos Relacionados