No Distrito Federal localiza-se a capital do país e o centro do poder político da União, Brasília. A cidade abriga a sede do Executivo federal, a Câmara dos Deputados, o Superior Tribunal de Justiça e o Supremo Tribunal Federal.

Sua construção na Região Centro-Oeste fez parte das políticas públicas para a ocupação do oeste do território brasileiro, pois, garantiria a ocupação de terras quase despovoadas e proporcionaria novas possibilidades de desenvolvimento, além de ser menos vulnerável a ataques externos. O Distrito Federal está localizado numa porção de área que pertencia ao estado de Goiás.

Seu projeto urbanístico foi realizado por Lúcio Costa e o projeto arquitetônico por Oscar Niemeyer. Aproximadamente 30 mil operários construíram Brasília em 41 meses, durante o governo do então presidente Juscelino Kubitschek. A nova capital federal foi inaugurada no dia 21 de abril de 1960, data escolhida para homenagear Tiradentes.


Bandeira do Distrito Federal

A bandeira do Distrito Federal é composta pela Cruz de Brasília, ao centro, simboliza a herança indígena e a força que emana do centro em todas as direções, o branco representa a paz, e o verde, as matas da região.

O Distrito Federal não é um Estado nem possuí municípios, é um território autônomo composto por 30 Regiões administrativas (cidades-satélites), exceto Brasília, a capital federal e sede do governo do Distrito Federal.

Sua extensão territorial é de 5.787,784 km², com população de 2.570.160 habitantes, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A densidade demográfica (população relativa) é de 444 hab./Km².

O relevo é caracterizado por planalto de topografias suaves, sendo o pico do Roncador, na serra do Sobradinho, o ponto mais elevado com 1.341 metros. O cerrado é a vegetação predominante. O clima é tropical, com temperatura média anual de 21°C. Os principais rios são: Descoberto, Paranoá, Preto e São Bartolomeu. A base da economia é predominantemente do setor de serviços.

O Distrito Federal ostenta os melhores indicadores sociais do Brasil, aproximadamente 89% das casas possuem rede de esgoto, 92% com coleta de lixo e 95,4% com rede de água tratada. Porém, o crescimento desordenado tem gerado problemas como, criminalidade, desemprego, surgimento de favelas, população em situação de rua, entre outros.

Assuntos Relacionados