Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Continentes
  4. África
  5. Escassez de água na África

Escassez de água na África

Um elevado número de pessoas que vivem na África enfrenta sérios problemas ligados à falta de água.
Um elevado número de pessoas que vivem na África enfrenta sérios problemas ligados à falta de água.

A escassez de água é uma realidade no mundo, dezenas de países já enfrentam esse problema, que tem sido evidenciado no centro-norte do continente africano.

A falta de água acontece pelo fato das reservas serem finitas, e a quantidade disponível estar diminuindo, além disso, a demanda tem aumentado por causa do crescimento populacional. Hoje, a oferta anual de água por pessoa é de 6.800 m³, enquanto que na década de 1950 a quantidade era de 16.800 m³.

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), as nações que disponibilizam até 1,7 mil m³ de água por pessoa anualmente, se encontram em condição de “estresse hídrico”. Já os países que não conseguem disponibilizar uma quantidade maior que 1000 m³, vivem numa situação chamada de “grave penúria de água”.

No continente africano são vários os países que se enquadram em uma das condições apresentadas, especialmente na parte centro-norte, onde o clima predominante é o árido e o semiárido. Apesar dos países localizados ao sul do continente possuírem maiores reservas de água em relação ao norte, eles também apresentam em alguns pontos o chamado “estresse hídrico”.

A região de maior concentração hídrica do continente está localizada no centro-oeste. Países como a República Democrática do Congo, República Centro Africana e Camarões possuem reservas em quantidade satisfatória.

O relatório emitido pelo Painel Intergovernamental Sobre Mudança Climática prevê que por volta de 2020 haverá de 75 a 250 milhões de pessoas na África enfrentando o problema da escassez de água.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Assuntos Relacionados