Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia ambiental
  4. Exaustão dos solos

Exaustão dos solos

A mecanização das atividades agrícolas contribui para a exaustão do solo
A mecanização das atividades agrícolas contribui para a exaustão do solo

A formação do solo ocorre através da desintegração e decomposição das rochas e vegetais, sendo composto de partículas minerais e restos orgânicos. Esse processo leva milhares de anos, e o solo, por meio de agentes naturais (chuvas, ventos, etc.) e antrópicos (ação do homem), está em constante transformação.

O solo é um elemento de fundamental importância para a vida, pois é nele que os vegetais se desenvolvem. Portanto, ele é fonte de alimentação de várias espécies, havendo a necessidade de utilizá-lo de forma consciente. Porém, a intensificação das atividades humanas tem gerado grandes impactos em várias partes do mundo.

A expansão das áreas urbanas tem promovido a retirada da cobertura vegetal do solo, a compactação e asfaltamento. Essas atitudes contribuem para a ocorrência de enxurradas e enchentes, pois a água da chuva não infiltra no solo impermeabilizado, e escoa com maior velocidade pelas ruas.

Outro grande vilão no processo de exaustão do solo é a agropecuária. Essa atividade é responsável pela redução da matéria orgânica do solo, fato promovido pelo desmatamento, queimadas, excessiva mecanização no campo, práticas inadequadas de irrigação, intenso uso do solo sem que haja rotação de culturas, etc. Outro aspecto negativo é a contaminação causada pelo uso indevido de agrotóxicos.

A mineração também altera as propriedades do solo, provocando a sua contaminação, além de desencadear erosões. A utilização de substâncias químicas na mineração é responsável pela poluição do solo e contaminação do lençol freático. A exploração de reservas minerais promove a remoção de grandes quantidades de terra, resultando na desagregação de materiais da crosta terrestre.

A perda da fertilidade do solo é um problema econômico e social, pois a redução na produção de gêneros alimentícios gera transtornos financeiros, além de ocasionar a “expulsão” da população rural, que fica sem o principal elemento de trabalho: a terra. Portanto, as atividades econômicas devem ser praticadas com métodos que possam garantir a conservação do solo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Wagner de Cerqueira e Francisco
Graduado em Geografia

Assuntos Relacionados