Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia humana
  4. População
  5. Exportação e importação

Exportação e importação

“Importação e exportação são dois temas relacionados ao comércio internacional. Saber a diferença entre eles é fundamental para compreender a dinâmica da economia de um país.”

Exportação e importação são atividades referentes ao comércio internacional relacionadas, respectivamente, à entrada (compra) e à saída (venda) de produtos de um determinado país.

O que é exportação?

Exportação refere-se à atividade de venda, envio ou doação de produtos, bens e serviços de um determinado país para outro. Basicamente, significa a saída de um item ou serviço nacional com destino a outro país.

Muitas empresas decidem exportar a fim de crescer economicamente por meio da ampliação dos negócios e do comércio para além do mercado interno.

Leia também: China: uma potência mundial?

Existem quatro tipos de exportação:

1. Direta: exportação realizada pelo próprio produtor, que fatura diretamente em relação ao importador. Para que essa atividade seja possível, é necessário que o fornecedor conheça todo o processo de exportação, como a documentação necessária, o mercado, embalagens, transações, etc.

2. Indireta: exportação na qual a venda de produtos e serviços é realizada por empresas que os adquirem para exportá-los. Nesse tipo de atividade comercial, o produtor não é responsável pela comercialização externa do produto.

3. Perfeita: a exportação é realizada sem o uso de intermédios no decorrer do processo de entrada do produto no país a qual é destinada.

4. Imperfeita: a empresa exportadora conta com uma alternativa para iniciar o processo de venda para o exterior em virtude da sua falta de experiência no comércio independente.

O que é importação?

Importação refere-se à atividade de compra de produtos, bens ou serviços vindos do exterior para outros países. Basicamente, é a entrada de itens estrangeiros em um determinado país.

Mesmo apresentando grandes territórios e abundância de riquezas, nenhum país é autossuficiente. Dessa forma, é inevitável que os países importem itens ou mercadorias os quais não são capazes de produzir. Essas importações podem ser realizadas com o objetivo de abastecer setores industriais com matérias-primas, bens e serviços, viabilizar pesquisas ou abastecer a população com alimentos.

Leia também: Setor primário da economia

O processo de importação divide-se, basicamente, em três fases:

1. Administrativa: fase de autorização para importação aplicada segundo a operação ou o tipo de mercadoria que será importado. É responsável por gerar a licença para importação.

2. Cambial: fase de pagamento ao exportador, na qual a moeda estrangeira é transferida para o exterior.

3. Fiscal: fase de desembaraço alfandegário, que corresponde ao despacho aduaneiro por meio do recolhimento de tributos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Vantagens e desvantagens

Exportação

Vantagens

Desvantagens

Maior produtividade do país exportador em decorrência do aumento da escala de produção.

Tempo de retorno financeiro mais longo, visto que as primeiras exportações podem não ser tão satisfatórias quanto a empresa esperava.

Redução da carga tributária em virtude da compensação do recolhimento dos impostos internos.

Em decorrência das grandes diferenças culturais, é necessário um maior cuidado com as mercadorias que serão exportadas a fim de que elas cheguem em perfeito estado.

Aperfeiçoamento das empresas que exportam ao antecipar tendências do mercado, visto que precisam atender às normas e aos padrões internacionais.

Se empresa não apresentar um grupo qualificado de funcionários, que falem outros idiomas, por exemplo, o comércio exterior pode ser um pesadelo.

Fortalecimento da empresa, tornando-a referência nacional para outras que pretendam aventurar-se no mercado externo.

Greves fiscais ou outros obstáculos podem dificultar ou atrasar as exportações, trazendo grandes prejuízos tanto ao exportador quanto ao importador.


Importação

Vantagens

Desvantagens

Vantagem cambial quando a moeda do país importador é mais valorizada que a moeda do exportador.

Se houver atrasos no período de entrega dos produtos importados, o país importador pode ter prejuízos.

Oferecimento de estímulos do Governo Federal, no caso do Brasil.

A falta de planejamento pode trazer falhas relacionadas à quantidade de produtos comprados.

O período de importação é, normalmente, inferior ao período que se leva para produzir o produto importado.

A falta de confiança entre importador e empresa exportadora pode gerar conflitos e prejuízos, principalmente, para quem está importando produtos.

Redução de custos com produção e mão de obra.

 


Exportações brasileiras
O Brasil exporta produtos para países como Estados Unidos, China, Argentina.

Exportação e importação no Brasil

O Brasil representa a 24ª maior economia exportadora do mundo. No ano de 2016, o país exportou cerca de 191 bilhões de dólares e importou 140 bilhões de dólares, resultando em um saldo comercial positivo de 50,7 bilhões de dólares.

As exportações realizadas pelo Brasil são destinadas, principalmente, a países como China, Estados Unidos, Argentina, Holanda e Alemanha.

Atualmente, o país consolida-se como o maior exportador mundial de carne bovina, segundo a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec). No ano de 2018, as exportações da proteína alcançaram 1,64 milhões de toneladas, a maior marca já alcançada pelo país. Em 2010, segundo a Organização Mundial do Comércio (OMC), o Brasil foi o terceiro maior exportador agrícola do mundo.

Os principais produtos exportados pelo Brasil são:

Soja

US$26,7 bilhões (2018)

Açúcar

US$10,8 bilhões (2016)

Minério de Ferro

US$14,1 bilhões (2016)

Óleos de petróleo

US$9,6 bilhões (2016)


Saiba mais: Economia açucareira

Em relação às atividades importadoras, no mês de janeiro de 2019, as importações brasileiras somaram US$ 14,201 bilhões. Entre janeiro de 2017 e janeiro de 2018, as importações realizadas pelo Brasil somaram US$ 152,753 bilhões.

Entre os principais países que exportam para o Brasil, podemos citar os Estados Unidos, China, Alemanha, Argentina e Nigéria.

Os produtos mais importados pelo Brasil, além dos petrolíferos refinados, que representam cerca de 5,18% das importações brasileiras, são:

Peças de veículos

US$4,89 bilhões (2016)

Medicamentos embalados

US$3,31 bilhões (2016)

Telefones

US$3,14 bilhões (2016)

Carros

US$2,97 bilhões (2016)


O que é melhor para um país: exportar ou importar?

Exportação e importação são importantes atividades comerciais que estabelecem a dinâmica econômica de diversos países. Embora possam apresentar desvantagens, ambas são necessárias, já que atendem aos privilégios e deficiências do país.

Quando nos referimos à balança comercial, obviamente, espera-se que ela seja positiva, ou seja, que o país exporte mais do que importe. Isso não significa, contudo, que a importação seja negativa, já que essa é uma forma de atender às necessidades em relação às mercadorias ou serviços que não são produzidos pelo país.

Leia também: Economias regionais brasileiras

Publicado por: Rafaela Sousa
Exportação e importação são importantes atividades comerciais internacionais que direcionam a economia de um país.
Exportação e importação são importantes atividades comerciais internacionais que direcionam a economia de um país.

Assuntos Relacionados