Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia humana
  4. Extremistas islâmicos

Extremistas islâmicos

Os extremistas islâmicos podem ser considerados grupos que se opõem à paz. A partir da revolução iraniana, quando o fundamentalismo foi instituído no país, houve uma grande difusão entre os povos do Oriente Médio. Nos anos 80 emergiram movimentos armados que buscavam incessantemente a destruição de Israel e a fundação de um Estado Islâmico Palestino.

Hamas corresponde a um movimento organizado que possui ideais islâmicos, emergiu no ano de 1987. A organização atua na área política e também militar. Esse grupo combate Israel militarmente e ao mesmo tempo oferece serviços sociais, como creches, escolas e hospitais. Fato esse que promove o movimento entre a população. Todos os jovens que queiram morrer em prol das causas da organização podem se recrutar no Hamas. O principal objetivo é destruir Israel e implantar um Estado palestino gerido pelo código islâmico (Sharia).

Jihad islâmico é uma organização que apresenta as mesmas características do Hamas, no entanto, de menor expressão. Esse grupo também recebe incentivos e apoios do Irã. A organização em questão é limitada quanto ao número de integrantes, no entanto, isso possibilita uma maior discrição do grupo perante as autoridades. O foco principal é a destruição do Estado de Israel para a implantação de um Estado islâmico. Suas ações são violentas, possui muitas vezes a participação do Hamas.

É bom ressaltar que Israel também possui grupos armados voltados para a luta contra os palestinos.
Extremistas islâmicos
Extremistas islâmicos
Publicado por: Eduardo de Freitas

Assuntos Relacionados