Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia Física
  4. Floresta Tropical

Floresta Tropical

A floresta tropical representa a mais úmida das formações vegetais existentes no globo terrestre, com ampla biodiversidade e importantes funções ambientais.

Área de floresta tropical na Costa Rica
Área de floresta tropical na Costa Rica

A floresta tropical – também chamada de floresta pluvial tropical ou floresta úmida – é um tipo de domínio fitogeográfico caracterizado por receber uma grande quantidade de chuvas e apresentar elevados índices de biodiversidade e de evapotranspiração.

As florestas tropicais localizam-se em áreas equatoriais, ou seja, próximas à linha do equador, e em zonas situadas próximas aos trópicos. Sua ocorrência se dá nos continentes americano, africano e asiático, mas, no Brasil, elas recebem o nome de Floresta Amazônica, Mata Atlântica, além de alguns grupos vegetacionais do sul do país, como a Mata de Araucária. No mapa a seguir podemos observar a distribuição geográfica da floresta tropical pelo planeta:

Mapa da distribuição da floresta tropical pelo mundo
Mapa da distribuição da floresta tropical pelo mundo

Como podemos perceber, as florestas tropicais não recobrem volumosas áreas sobre o planeta. No entanto, elas são responsáveis por dois terços de toda a biodiversidade do mundo, de forma que todas as medidas de preservação do meio natural da Terra perpassam pela conservação e controle do desmatamento dessas unidades de vegetação.

Em razão da elevada umidade e das constantes chuvas, a amplitude térmica não costuma ser muito elevada nessas localidades, além de haver uma maior presença de espécies hidrófilas e latifoliadas, com solos, em muitos casos, saturados ou ricos em recursos hídricos. As principais espécies de árvores alcançam os 60 metros de altura.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Além da altura média elevada das árvores, a umidade, as chuvas e a luz solar abundante favorecem o alargamento da copa das árvores, formando um “forro” que confere a densidade desse bioma. Com isso, as áreas mais baixas da floresta não recebem luz solar, dificultando o crescimento de novas espécies circundantes, exceto as epífitas, as árvores que crescem envolvendo o tronco de outras já existentes.

Durante muito tempo, pensou-se erroneamente que as florestas tropicais consistiam no “pulmão do mundo” por supostamente emitirem as maiores quantidades de oxigênio na atmosfera. Atualmente, no entanto, sabe-se que essa função pertence aos plânctons e algas marinhas, haja vista que nas florestas pluviais tropicais o oxigênio produzido é utilizado pelos seres vivos locais e, principalmente, pela decomposição do material orgânico gerado pela floresta.

No que diz respeito à atmosfera, a importância das florestas tropicais encontra-se na sua função de atenuar as temperaturas, funcionando como uma espécie de ar-condicionado. Além disso, esse bioma tem a propriedade de “bombear” as águas das chuvas e do subsolo para a atmosfera, em um processo conhecido como “evapotranspiração”, que gera algumas frentes de umidade que se deslocam para outras áreas.

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados