Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia humana
  4. Fontes de Energia
  5. Fontes renováveis de energia

Fontes renováveis de energia

Fontes renováveis de energia, como energia solar, eólica e energia da biomassa, são fontes energéticas inesgotáveis que provocam menos impactos negativos ao meio ambiente.

Fontes renováveis de energia são recursos energéticos que podem regenerar-se em um curto espaço de tempo, sendo considerados, portanto, inesgotáveis. São ainda uma alternativa ao modelo energético mundial, que se limita ao uso de combustíveis fósseis.

O uso de fontes energéticas ampliou a capacidade de produção do homem, principalmente no contexto da Revolução Industrial. Nessa fase, iniciou-se o uso de tecnologias e maquinários em larga escala. A principal fonte de energia utilizada nesse contexto foi o carvão mineral, considerado um combustível fóssil. Desde então, a matriz energética no mundo é dependente desse tipo de combustível, também conhecido como energia convencional ou não renovável.

Fontes renováveis e não renováveis de energia

As fontes não renováveis de energia são recursos energéticos que não se regeneram a curto ou a médio prazo, portanto, podem esgotar-se. A obtenção dessas energias causa impactos ambientais negativos, por exemplo, a queima de carvão mineral libera à atmosfera gases poluentes, que contribuem para o aumento do aquecimento global. As fontes não renováveis, também chamadas de fontes convencionais energéticas, constituem o modelo energético mundial, ou seja, são as fontes mais usadas para obtenção de energia. Os combustíveis fósseis e seu processo de queima agravam os problemas ambientais.

As fontes de energia renováveis são consideradas uma alternativa ao modelo energético atual, visto que seu uso causa menos impactos negativos ao meio ambiente. Algumas fontes de energia renováveis são consideradas limpas e têm bom custo-benefício. Além disso, podem regenerar-se em um curto espaço de tempo.

Observe abaixo alguns exemplos de fontes de energia renováveis e não renováveis:

Fontes renováveis de energia

Fontes não renováveis de energia

Energia solar

Petróleo

Energia eólica

Carvão mineral

Biocombustíveis

Energia nuclear

Energia geotérmica

Gás natural

Energia hidráulica

Xisto betuminoso


Vantagens e desvantagens do uso de fontes renováveis de energia

Ampliar o modelo energético atual é uma necessidade diante do agravamento de problemas ambientais causados por gases poluentes liberados à atmosfera por meio da queima de combustíveis fósseis. Aquecimento global, efeito estufa e alterações climáticas são exemplos de danos causados ao meio ambiente. O uso de fontes renováveis é uma alternativa para geração de energia limpa, que causa menos danos ao meio ambiente. Veja abaixo algumas vantagens e desvantagens do uso dessas fontes de energia:

1. Vantagens

  • Os danos ao meio ambiente são mínimos comparados aos danos causados pelo uso de fontes não renováveis de energia.

  • As fontes renováveis de energia são, geralmente, consideradas limpas, poluem menos que as fontes convencionais e regeneram-se a curto prazo na natureza.

  • Quando comparadas ao uso de energia nuclear, que pode gerar acidentes, as fontes renováveis oferecem riscos bem menores.

  • A utilização das fontes renováveis de energia pode diminuir a dependência do uso de combustíveis fósseis como principais fontes energéticas.

  • Algumas fontes renováveis de energia, como a solar e a eólica, são capazes de produzir energia a baixo custo. Essas fontes de energia poderão tornar-se mais viáveis à medida que houver avanços nas tecnologias demandadas por elas.

Veja também: Vantagens e desvantagens do uso de energia nuclear

2. Desvantagens

  • A maioria das fontes renováveis de energia é considerada limpa. Apesar disso, algumas delas podem causar problemas ao meio ambiente. Um exemplo é a energia eólica, cujos aerogeradores provocam mudanças nas paisagens dos locais em que são instalados, além de influenciarem o fluxo migratório de aves da região.

  • Os biocombustíveis apresentam alguns problemas em relação ao seu uso. Um deles está relacionado com a intensificação do desmatamento. O uso da biomassa para geração de energia por meio da queima de vegetais necessita da ampliação de áreas de cultivo, ocasionando, consequentemente, desmatamentos. Outro problema relaciona-se ao uso dos recursos hídricos. A prática agrícola é responsável por boa parte do consumo de água no mundo. Se a agricultura for ampliada, a demanda da água também será, podendo impactar os recursos hídricos.

  • Apesar de limpas e apresentarem bom custo-benefício, as fontes renováveis de energia demandam uso de tecnologias avançadas para que sejam viabilizadas economicamente. Sendo assim, a população ainda não tem acesso a todas essas fontes.

Tipos de fontes renováveis de energia

As principais fontes renováveis de energia são: energia solar, energia hidráulica, energia geotérmica, energia dos oceanos, energia eólica e biocombustíveis.

A energia solar representa uma fonte de energia limpa e com ótimo custo-benefício.
A energia solar representa uma fonte de energia limpa e com ótimo custo-benefício.

1. Energia solar

A energia solar pode gerar energia elétrica de duas formas: direta e indiretamente. A primeira opção ocorre por meio de painéis de células fotovoltaicas compostas por pequenas lâminas recobertas por um material condutor. Essas lâminas, quando expostas à luz solar, convertem-na em energia elétrica. A forma indireta é obtida por meio de usinas construídas em áreas com intensa insolação, nas quais são instalados vários coletores solares.

Essa fonte de energia é considerada limpa, inesgotável e abundante, principalmente em países próximos aos trópicos, como México, Brasil, Estados Unidos, Paraguai e Bahamas. Seu uso requer avanços tecnológicos que o viabilizem economicamente para que a população possa aproveitá-lo.

Leia mais: Vantagens e desvantagens do uso de energia solar

A energia obtida por meio de usinas hidráulicas é considerada limpa e barata, contudo, provoca impactos ambientais.
A energia obtida por meio de usinas hidráulicas é considerada limpa e barata, contudo, provoca impactos ambientais.

2. Energia hidráulica

Antigamente, a energia hidráulica era usada para movimentar moinhos. O uso da hidreletricidade por meio de turbinas e geradores elétricos começou a difundir-se na segunda metade do século XIX. É considerada uma fonte de energia barata, limpa, segura e com renovação a curto prazo.

Apesar das vantagens de seu uso, essa fonte de energia provoca danos ambientais nas áreas em que as usinas são construídas. Além disso, se essas áreas são povoadas, as comunidades acabam sendo afetadas, pois precisam deslocar-se para outros lugares. A construção da represa também causa impactos na biodiversidade, prejudicando espécies vegetais e animais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Outro problema dessa fonte de energia está relacionado aos índices pluviométricos, visto que, em épocas de seca, a geração de energia elétrica é reduzida.

Aerogeradores eólicos usados para geração de energia eólica, considerada limpa e inesgotável.
Aerogeradores eólicos usados para geração de energia eólica, considerada limpa e inesgotável.

3. Energia eólica

O uso do vento para obtenção de energia iniciou-se na década de 1980. O aproveitamento desse recurso natural depende da sua intensidade e abundância. Por não poluir o meio ambiente, a energia eólica é considerada uma fonte de energia limpa. Além disso, possui um bom custo-benefício.

O aproveitamento desse tipo de energia ocorre por meio de aerogeradores eólicos, capazes de converter a energia cinética dos ventos em energia elétrica. De acordo com a Revista Exame, no ano de 2017, cerca de 18% da energia gerada nos Estados Unidos proveio de fontes renováveis de energia, como a eólica.

Apesar de não causar danos ao meio ambiente com emissão de gases poluentes, a instalação de aerogeradores pode provocar modificações na paisagem e prejudicar o fluxo migratório de aves. Ademais, sua viabilização demanda avanços tecnológicos, visto que o custo de aerogeradores ainda é alto.

Saiba mais: Uso de energia eólica no Brasil

A produção de biocombustíveis acontece por meio do aproveitamento da biomassa, obtida pela queima de vegetais, como a madeira.
A produção de biocombustíveis acontece por meio do aproveitamento da biomassa, obtida pela queima de vegetais, como a madeira.

4. Biocombustíveis

A produção dos biocombustíveis, como etanol e biogás, acontece por meio do aproveitamento da biomassa, ou seja, por meio da queima de matéria orgânica vegetal e animal. Os processos para geração de energia elétrica por meio do uso da biomassa são fermentação, combustão direta, gaseificação, entre outros.

Os biocombustíveis são considerados fontes de energia menos poluentes do que as fontes convencionais. Além disso, são renováveis, visto que se regeram a curto prazo.

Os biocombustíveis produzidos por meio da biomassa são:

→ Etanol, produzido por meio da cana-de-açúcar e do eucalipto;

→  Biodiesel, produzido a partir de gorduras vegetais;

→  Biogás, obtido por meio de reações anaeróbicas da matéria orgânica.

Apesar das vantagens de seu uso, esse tipo de fonte de energia apresenta algumas desvantagens. Uma delas está associada ao desmatamento, visto que, para que esses combustíveis sejam produzidos, é necessário ampliar áreas de cultivo, intensificando, consequentemente, o desmatamento. Outro problema é que a expansão da prática agrícola demanda aumento do uso de água, o que afeta os recursos hídricos.

Leia também: Biocombustíveis no Brasil

O aproveitamento dos oceanos para obtenção de energia provém do deslocamento das massas de água, que acumulam energia.
O aproveitamento dos oceanos para obtenção de energia provém do deslocamento das massas de água, que acumulam energia.

5. Energia dos oceanos

A força desencadeada pelo deslocamento das massas de águas oceânicas gera energia e é, por isso, aproveitada na obtenção energética. Essa energia pode ser obtida por meio da energia das ondas, da energia das marés, da energia das correntes marítimas e da energia térmica dos oceanos.

A energia dos oceanos é uma fonte considerada limpa por não impactar negativamente o meio ambiente. Apesar disso, ainda requer avanços tecnológicos que viabilizem economicamente seu uso.

Vista panorâmica da estação de energia geotérmica instalada na Nova Zelândia.
Vista panorâmica da estação de energia geotérmica instalada na Nova Zelândia.

6. Energia geotérmica

O calor produzido no interior da Terra é responsável pelo fornecimento de energia geotérmica. Esse calor é transformado em energia elétrica por meio de usinas geotérmicas instaladas em áreas com intensas atividades vulcânicas, nas quais a água e o vapor quente gerados em profundidades menores são capazes de aflorar na superfície. O calor é, então, utilizado para produção de vapor, que move as turbinas nas usinas geotermais. Os geradores presentes nas usinas transformam a energia cinética em energia elétrica.

As vantagens do uso desse tipo de energia estão relacionadas ao seu baixo custo de manutenção e ao não impacto ao solo. Contudo, as desvantagens estão relacionadas à emissão de dióxido de enxofre, altamente prejudicial à saúde, durante a produção de energia. Nessas áreas, também são comuns afundamentos de terra e contaminação de lagos presentes nos locais em que usinas geotérmicas são instaladas.

Fontes renováveis de energia no Brasil

Pouco mais de 40% da energia produzida no Brasil é gerada por fontes renováveis de energia. Segundo dados da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), em primeiro lugar, encontra-se o uso da energia hidráulica, responsável por 64% da produção de energia no país. Em segundo lugar, está a energia produzida por meio da biomassa, correspondendo a 9,1% da produção energética.

Quando o assunto é energia solar, o Brasil possui grande potencial, visto que estamos em localização privilegiada quanto à irradiação dos raios solares. De acordo com números fornecidos pelo Correio Braziliense, o uso da energia solar na matriz energética brasileira atingiu, em 2018, a marca de 1 gigawatt.

De acordo com a EBC, no que diz respeito à geração de energia eólica, sua obtenção mostra-se promissora no Brasil em decorrência da dinâmica dos ventos, principalmente nas regiões Nordeste e Sul. Cerca de 8,1% da energia produzida no país é obtida por meio da energia eólica.

Segundo o International Business Times, até o fim do ano de 2018, o Brasil será líder mundial no mercado de biomassa, ultrapassando os Estados Unidos.

Leia também: As principais fontes de energia no Brasil

Fontes renováveis de energia são consideradas matrizes alternativas inesgotáveis de energia que provocam menos danos ao meio ambiente.
Fontes renováveis de energia são consideradas matrizes alternativas inesgotáveis de energia que provocam menos danos ao meio ambiente.
Publicado por: Rafaela Sousa
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados