Mato Grosso do Sul
Localização do Mato Grosso do Sul no mapa do Brasil

Localizado na Região Centro-Oeste, o estado de Mato Grosso do Sul faz fronteiras com os estados de Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, São Paulo e Paraná; além de países como Bolívia e Paraguai. Seu território é cortado no extremo sul pelo Trópico de Capricórnio.

O estado abriga a oeste, dois terços do Pantanal Mato-Grossense, a maior planície alagável do mundo e um dos ecossistemas mais importantes do planeta. Tanto que, em 2001, foi reconhecido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) como patrimônio natural da humanidade. Outro destaque do estado são as grutas e os rios da cidade de Bonito, que atraem turistas para a serra da Bodoquena. 

Mato Grosso e Mato Grosso do Sul compunham um único estado brasileiro. No entanto, em 1977, o governo federal decretou a divisão do estado, alegando dificuldade em desenvolver a região diante de sua grande extensão e diversidade. O norte, menos populoso, permaneceu como Mato Grosso. O sul do território, mais próspero e populoso, passou a ser Mato Grosso do Sul.

Sua extensão territorial é de 357.145,836 quilômetros quadrados. Conforme dados do Censo Demográfico de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado totaliza 2.449.024 habitantes, distribuídos em 78 municípios. Desses, apenas 23 possuem população superior a 20 mil habitantes. O território do Mato Grosso do Sul é composto por grandes propriedades rurais e enormes vazios populacionais, refletindo diretamente na baixa densidade demográfica, que atualmente é de aproximadamente 6,8 hab./km².

O relevo é caracterizado por planaltos, com escarpas a leste e depressão a noroeste. O ponto mais elevado é o morro Grande, no morro da Santa Cruz, com 1.065 metros de altitude. Predomina o clima do tipo tropical, com chuvas de verão e inverno seco. A vegetação é composta por cerrado a leste, pantanal a oeste, floresta tropical ao sul.

Os principais rios do estado são: Anhanduí, Apa, Aporé ou do Peixe, Aquidauana, Correntes, Miranda, Paraguai, Paraná, Paranaíba, Pardo, Sucuriú, Taquari, Verde.


Bandeira do Mato Grosso do Sul

Significado da bandeira: a estrela simboliza o estado e a riqueza produzida pelo trabalho; o verde é um alerta à preservação ambiental; o azul representa o céu; e o branco, a paz.

Fundada em 1899, Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, acolhe paulistas, paranaenses, gaúchos, árabes, nordestinos, entre outros migrantes. Sua população é de 786.797 habitantes. Outras cidades populosas do estado são: Dourados (196.035), Corumbá (103.703), Três Lagoas (101.791), Ponta Porã (77.872), Naviraí (46.424), Aquidauana (45.614), Nova Andradina (45.585), Paranaíba (40.192) e Coxim (32.159).

Mato Grosso do Sul apresenta o maior crescimento econômico da Região Centro-Oeste. A principal atividade econômica desenvolvida no estado é a agropecuária, sendo responsável por aproximadamente 29% do Produto Interno Bruto (PIB) estadual. Na agricultura, os principais produtos são: a soja e a cana de açúcar. Destacam-se também as plantações de arroz, café, trigo, milho, feijão, mandioca, algodão, amendoim e cana- de- açúcar.

Na pecuária, Mato Grosso do Sul detém o maior rebanho bovino do país. Para ampliar a atividade industrial, o estado concede incentivos fiscais, como a maioria dos estados brasileiros. Esse fato tem proporcionado um significativo processo de industrialização na região.

O estado possui o 8° melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil, com média de 0,802. A mortalidade infantil é de 16,9 a cada mil nascidos. Apenas 8,7% da população não é alfabetizada. No entanto, Mato Grosso do Sul apresenta um dos menores índices de domicílios com rede de esgoto, apenas 20%.

A culinária é bem diversificada, entre os hábitos alimentares da população incluem, além dos peixes, os pratos feitos com carne. Sob influência do Paraguai, vem o gosto pelo mate gelado ou tereré, além das chipas, uma espécie de pão de queijo. Outro prato muito popular são as salteñas, pastéis assados e recheados com frango, de origem boliviana.