Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia Geral
  4. Meios de comunicação

Meios de comunicação

Meios de comunicação são ferramentas que possibilitam a comunicação entre os indivíduos por meio da transferência de informações de forma individual ou em massa.

Meios de comunicação
Os meios de comunicação podem transmitir informações em ferramentas impressas, como os jornais, e em ferramentas digitais, como os tablets.

Meios de comunicação são ferramentas que possibilitam a comunicação entre os indivíduos, propiciando a difusão de informações. Esses veículos vêm sofrendo diversas transformações ao longo da evolução da sociedade, encurtando cada vez mais as distâncias entre os povos e acelerando a disseminação de informações.

Leia também: Redes de comunicação no mundo globalizado

Tipos

Existem dois tipos de meio de comunicação. São eles:

Meio de comunicação individual

Ferramenta que possibilita o contato interpessoal e a disseminação de informações entre uma pessoa e outra ou entre grupos restritos. São exemplos: carta, telefone e internet (plataformas de mensagens instantâneas/bate-papo).

Meio de comunicação social ou em massa

Ferramenta que possibilita comunicar a um número grande de pessoas, ou seja, transmitir informações em massa. São exemplos: televisão, rádio, internet (veículos de informação).

Principais meios de comunicação

Os diversos meios de comunicação existentes sofreram, ao longo dos anos, adaptações e transformações a fim de atender às demandas da sociedade, encurtando cada vez mais o tempo e o espaço.

Meios de comunicação antigos

Escrita: utilização de códigos e sinais para transmitir informações entre os seres humanos. Foi desenvolvida de maneira independente entre as sociedades nas diversas regiões do mundo.

Telégrafo: meio de comunicação que permite a comunicação por meio de códigos (código Morse), baseados no sistema de pontos e traços. Foi criado na década de 1930 por Samuel Morse, nos Estados Unidos. O telégrafo chegou ao Brasil em 1957, com a primeira linha instalada no Rio de Janeiro.

Correio: meio de comunicação cujo sistema envolve envio de cartas, documentos e encomendas entre remetente e destinatário. É um dos meios de comunicação mais antigos, podendo ser privado ou público.

Jornal: é um meio de comunicação impresso. O primeiro jornal foi produzido em Roma, em 59 a.C., chamava-se Acta Diurna e anunciava notícias do governo. Era escrito em grandes placas brancas colocadas em locais públicos.

Rádio: é um meio de comunicação que possibilita a comunicação em massa, propagando informações codificadas por meio de sinal eletromagnético. A história do rádio teve início em 1860, quando as ondas de rádio foram descobertas.

Telefone: meio de comunicação eletroacústico que possibilita a transmissão de informação por meio da voz e de sinais sonoros. Foi inventado por volta da década de 1860 por Antonio Meucci, que o denominou de "telégrafo falante". No Brasil, as primeiras linhas eletrônicas foram instaladas no Rio de Janeiro.

Televisão: meio de comunicação eletrônico capaz de reproduzir imagens e áudios de forma instantânea, convertendo luz e som em ondas eletromagnéticas. O desejo de criar a televisão remonta ao século XIX.

Meios de comunicação antigos
Máquina de escrever, televisão e telefone são antigos meios de comunicação.

Meios de comunicação atuais

Celular: meio de comunicação que faz a transmissão de voz e de dados por meio de ondas eletromagnéticas. Foi inventado em 1947 pela empresa de tecnologia Bell, nos Estados Unidos. Em 1956, a Ericsson reuniu diversas tecnologias e desenvolveu o celular chamado Ericsson MTA (Mobilie Telephony A).

Computador: máquina capaz de armazenar e processar dados. Com a invenção da internet, tornou-se um meio de comunicação.

Internet: rede que liga mundialmente milhões de computadores. É um dos meios de comunicação mais poderosos já desenvolvidos pelo homem, revolucionando a sociedade e a comunicação.

Leia mais: Como usar a internet para os estudos

Meios de comunicação atuais
Os meios de comunicação atuais, como celulares e computadores, são repletos de tecnologias que permitem a comunicação instantânea.

Evolução dos meios de comunicação

A comunicação surgiu da necessidade do ser humano de passar informação uns aos outros. As primeiras formas de comunicação aconteceram por meio de sinais, gestos e sons. A escrita surgiu a partir dos primeiros registros de desenhos (pinturas rupestres) em cavernas, datados de 15.000 a.C., na África. Outros registros de escrita foram encontrados em outras partes do mundo, como os hieroglifos, no Egito.

Após o surgimento da escrita, a carta tornou-se um meio de comunicação bastante utilizado para enviar informações, estabelecendo uma comunicação interpessoal. Com a invenção da telefonia, esse meio de comunicação perdeu bastante espaço.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Uma das primeiras invenções tecnológicas de comunicação foi o telégrafo, um meio de comunicação de escrita à distância. O engenheiro francês Claude Chappe foi o primeiro a utilizar o termo "telégrafo", em 1790. Nesse ano, Chappe construiu uma ferramenta capaz de enviar letras e frases por meio de um sistema ótico.

Em 1835, Samuel Finley Morse criou o telégrafo prático e simples, que enviava mensagens a longas distâncias por meio do código Morse. Como sua criação fez um enorme sucesso, foram criadas linhas de transmissão elétrica ligando as cidades. Até por volta de 1877, os telégrafos eram responsáveis por todas as comunicações feitas a longas distâncias.

Cerca de 32 anos depois da primeira transmissão feita por um telégrafo, surgiu uma nova invenção: o telefone, modificando e transformando a comunicação entre os indivíduos. A invenção desse meio de comunicação foi atribuída, inicialmente, a Alexander Graham Bell, em 1876. No entanto, um congresso nos Estados Unidos reconheceu que o telefone foi inventado pelo italiano Antonio Meucci, em 1860.

Paralelamente à descoberta do telefone, surgiu a radiotransmissão. O rádio permitiu a transmissão de informação para várias pessoas por meio de ondas eletromagnéticas propagadas no ar. Sua primeira transmissão ocorreu em um evento esportivo para o jornal de Dublin.

O auge da utilização desse meio de comunicação foi durante a Primeira Guerra Mundial. Com o fim da guerra, o número de receptores de rádio na Europa e nos Estados Unidos aumentou. No Brasil, a primeira transmissão oficial ocorreu no ano de 1922. No ano de 1923, foi fundada a primeira emissora de rádio brasileira, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro.

A invenção da televisão não foi datada como dos demais meios de comunicação, visto que seu desenvolvimento compreendeu períodos entre os anos de 1817 e 1920. As estações de TV surgiram ao longo da década de 1920. Por transmitir não só sons, mas também imagens por meio de um campo eletromagnético, a televisão é considerada uma evolução do rádio. Ao longo dos anos, a televisão evoluiu bastante e, hoje, está cada vez mais repleta de novas tecnologias, transmitindo imagens e sons em ótima qualidade.

Em 1947, a telefonia sofreu uma nova evolução. Surgiram, então, os aparelhos celulares, criados pelo laboratório de tecnologia Bell, nos Estados Unidos. Em 1956, a Ericsson lançou um modelo de celular, a partir daí, outras empresas, como a Motorola, passaram a criar celulares. Em 2007, o aparelho celular sofreu uma grande transformação com o lançamento de um smartphone sem teclados numéricos pela Apple.

Atualmente, os celulares são um dos meios de comunicação mais utilizados no mundo para fazer ligação, armazenar dados e transmitir informações individuais e em massa. Isso só foi possível com a criação do meio de comunicação que revolucionou o mundo: a internet.

Evolução dos meios de comunicação
Os meios de comunicação passaram por grandes transformações, tornando-se cada vez mais tecnológicos.

A invenção da internet modificou tudo aquilo que conhecíamos a respeito das formas de comunicação. Essa rede que integra mundialmente milhares de computadores foi capaz de aproximar pessoas, diminuindo longas distâncias e reduzindo o tempo de transmissão de uma informação.

A internet surgiu a partir de anotações de J. C. R. Licklider, um cientista da computação dos Estados Unidos. Esse cientista projetava uma colaboração mundial entre centros de pesquisas e, junto com outros pesquisadores, desenvolveu a Arpanet (em português, Rede da Agência para Projetos de Pesquisa Avançada), antecessora da internet. Computadores passaram a ligar-se à Arpanet, assim, as redes foram desenvolvendo-se.

Assim que permitiu a inclusão de outras redes, a Arpanet tornou-se o que conhecemos hoje como internet. Em 1990, surgiu o primeiro buscador. Em 1991, a internet foi aberta ao setor privado e ao domínio público.

A internet passou por diversas modificações e é um dos meios de comunicação mais dinâmicos e que mais se desenvolvem atualmente, incorporando diversos outros meios de comunicação. Muitos jornais e revistas passaram a ser on-line. Cartas deram lugar a e-mails. Assim, a sociedade transformou sua maneira de comunicar-se, enviando informações e trocando dados instantaneamente por meio dos celulares e computadores.

Assuntos Relacionados