Migração pendular

A migração pendular é um fenômeno que não se trata propriamente de uma migração, pois é uma transferência momentânea, diária.

Migração pendular
Muitas pessoas deixam suas residências antes do horário comercial para trabalhar e, no final do expediente, retornam para suas cidades*

A migração pendular, também chamada de migração diária, é caracterizada pelo deslocamento diário de pessoas para estudar ou trabalhar em outra cidade, estado ou país. Após realizar a atividade profissional ou cumprir a carga horária de estudo, essas pessoas retornam para as cidades onde residem. Para isso, utilizam em grande medida os transportes públicos e individuais.

Esse tipo de deslocamento diário é um fenômeno que comumente ocorre nos grandes centros urbanos, onde milhões de pessoas, em todo o mundo, realizam o movimento pendular (de ida e volta – como um pêndulo) de seus locais de moradia até outras regiões onde estudam ou trabalham.

Quais são as causas da migração pendular?

As migrações pendulares estão essencialmente vinculadas ao mercado de trabalho e educacional e são fruto da segregação urbana e da concentração das atividades produtivas em determinados espaços, como as grandes e médias cidades e a cidade central das regiões metropolitanas.

A maior parte das grandes universidades e muitas instituições de ensino superior, técnico e profissional estão localizadas em cidades onde há maior demanda, o que obriga os estudantes das cidades adjacentes a realizar o deslocamento diário de sua cidade de moradia para poder estudar nas cidades em que o ensino pretendido é ofertado.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quem realiza a migração pendular?

Embora a migração pendular seja um fenômeno essencialmente urbano, também ocorre nas zonas rurais de alguns municípios. No campo, o principal exemplo de movimento pendular é o realizado pelos trabalhadores rurais, os chamados boias-frias. Geralmente esses trabalhadores deslocam-se, em transporte fornecido pelo próprio empregador, para as lavouras (cana-de-açúcar, frutas, café e outras culturas) onde realizam o trabalho durante todo o dia e retornam para casa – em outra localidade – à noite.

A situação mais comum no que se refere à migração pendular é a de trabalhadores e estudantes que moram nos municípios de uma Região Metropolitana e fazem o movimento diário de suas cidades para trabalhar na metrópole ou em outra cidade da região. Esse deslocamento é um dos responsáveis pela intensificação do fluxo de veículos nas vias de transporte nas grandes cidades, especialmente no início e no final do dia.

*Crédito Imagem: PhuuchaayHYBRID / Shutterstock.com

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados