Mineração

A mineração é a prática de exploração e beneficiamento de minérios e uma das bases da economia nacional, porém também está associada a problemas ambientais.

A mineração é uma das bases da economia nacional. Representa o desenvolvimento socioeconômico, já que os minérios podem ser encontrados em quase todos os produtos que consumimos. É, portanto, uma atividade essencial para o progresso de uma sociedade. No entanto, apesar da mineração ser indispensável ao desenvolvimento, é uma atividade que gera grandes impactos ambientais negativos.

A Organização das Nações Unidas classifica mineração como: A extração, elaboração e beneficiamento de minerais que se encontram em estado natural: sólido, como o carvão e outros; líquido, como o petróleo bruto; e gasoso, como o gás natural. Inclui a exploração de minas (subterrâneas e de superfície), pedreiras e poços e todas as atividades de preparo e beneficiamento do minério, a fim de torná-lo comercializável.”|1|

Leia também: Impactos ambientais provocados pela mineração

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Processo de mineração

O processo de mineração envolve as atividades de pesquisa, extração, transporte, processamento, transformação mineral e comercialização do produto final. Segundo o Departamento Nacional de Produção Mineral, as etapas do processo de mineração são:

Etapas

Fases

Prospecção

- Estudos preliminares

- Reconhecimento geológico

Pesquisa mineral

- Exploração

- Delineamento

- Avaliação

 

Lavra

- Projeto e desenvolvimento

- Explotação

Descomissionamento de mina

- Desativação

- Fechamento

Tipos de mineração

Os tipos de mineração referem-se à lavra, que consiste na técnica de extrair minério. Há vários métodos de lavra, que variam conforme os métodos de extração que são realizados nas minas. Em uma área de mineração, pode ser empregado mais de um método de lavra.

Os dois principais métodos de lavra são:

A lavra a céu aberto corresponde à extração de minério em depósitos pouco profundos.
A lavra a céu aberto corresponde à extração de minério em depósitos pouco profundos.

Lavra a céu aberto ou de superfície: consiste na extração de minérios que estão depositados próximos à superfície. Esse método explora o minério até o seu esgotamento. Suas principais técnicas são: encostas, cavas, fatias e lavra por dissolução.

A lavra subterrânea corresponde à extração de minérios em depósitos profundos.
A lavra subterrânea corresponde à extração de minérios em depósitos profundos.

Lavra subterrânea: consiste na extração de minérios que estão depositados longe da superfície. Esse método explora o minério via sonda e por meio de serviços topográficos. As principais variações dessa lavra são: realces com autoportantes, realces com encaixantes e abatimento.

A escolha dos métodos de lavra, além de levar em conta as características da área a ser explorada, como profundidade e aspectos geológicos, considera também os aspectos sociais, econômicos e ambientais. A escolha do método deve ater-se também às questões de segurança e higiene, para que se garanta a vida útil da mina. Sendo assim, a falta de planejamento ou a escolha errada do método pode provocar diversos danos ambientais.

Mineração no Brasil

O Brasil é um grande produtor mineral, rico em minérios como nióbio, ferro, manganês e alumínio. A atividade mineradora no Brasil remonta ao período colonial, com a busca pelo ouro no interior do país, e produziu grande impacto no desenvolvimento industrial brasileiro.

O país produz cerca de 70 substâncias minerais (21 dos grupos de materiais metálicos; 45, dos não metálicos; e quatro, dos energéticos), segundo o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). O setor de mineração é, segundo publicação da ONU, responsável por cerca de 200 mil empregos diretos no país, e 800 mil, indiretos, e responde por 4% do Produto Interno Bruto.

Saiba também: Obtenção de ferro

O DNPM também divulgou que, em 2015, o Brasil destacou-se como principal produtor de nióbio, representando cerca de 97,3% da produção mundial. As principais reservas minerais no país encontram-se, principalmente, nas regiões Sudeste, Norte, Centro-Oeste e Nordeste, com destaque para os estados do Pará, Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia e Amazonas.

Há, no Brasil, cerca de 3354 minas, sendo que 159 são de grande porte. Segundo o Instituto Brasileiro de Mineração, há mais de 8000 empresas mineradoras e mais de 3000 minas espalhadas pelo país.

Para saber mais, clique aqui: Recursos minerais do Brasil

Indústrias de mineração

As principais empresas produtoras de minérios, no Brasil, segundo o minério produzido e de acordo com o DNPM, são:

Alumínio

Mineração Rio do Norte S.A.

Mineração Paragominas S. A.

Alcoa World Alumina Brasil Ltda.

Cobre

Salobo Metais S. A.

Vale S. A.

Mineração Maracá Indústria e Comércio S. A.

Ferro

Vale S. A.

Congonhas Minérios S. A.

Anglo American Minério de Ferro Brasil S. A.

Manganês

Vale S. A.

Mineração Corumbaense Reunida S. A.

Mineração Buritirama S. A.

Nióbio

Niobras Mineração Ltda.

Companhia Mineradora do Pirocloro de Araxá

Mineração Taboca S. A.

Ouro

Kinross Brasil Mineração S. A.

Anglogold Ashanti Córrego do Sítio Mineração S. A.

Salobo Metais S. A.

Importações e exportações

O Brasil, apesar de ser um dos maiores produtores mundiais de minério, não produz todos os minérios de que necessita, apresentando, por exemplo, insuficiência na produção de chumbo e prata, sendo necessário, portanto, importá-los.

  1. Principais destinos de exportação de minérios brasileiros:

    - Canadá

    - Estados Unidos

    - China

    - Japão

    - Países Baixos

  2. Origem das importações de minério no Brasil:

    - Estados Unidos

    - Peru

    - Chile

    - China

    - Rússia

Leia também: Diferença entre exportação e importação

Mineração do ouro

A mineração do ouro pode ser feita por meio do método de lavra a céu aberto.
A mineração do ouro pode ser feita por meio do método de lavra a céu aberto.

A mineração de ouro, no Brasil, acontece especialmente nos estados do Pará, Minas Gerais e Goiás. A produção bruta do ouro, segundo o DPNM, alcançou mais de 148 milhões de toneladas em 2016.

Antigamente, essa mineração era feita, por meio de métodos rudimentares, nos leitos dos rios e entre rochas. Na medida em que a tecnologia foi avançando, os métodos de extração do minério aperfeiçoaram-se, tornando sua busca mais precisa.

Para extrair ouro dos depósitos, é necessário realizar pesquisas nas áreas em que se encontram as jazidas. Esse estudo é feito por meio de topografia e perfurações, e, com base nele, as amostras são analisadas e avaliadas.

A extração dependerá das características de profundidade e do aspecto geológico da área em questão. Se o ouro estiver em menores profundidas, a lavra a ser aplicada será o método a céu aberto. Já se o ouro estiver em maiores profundidades, a lavra aplicada será o método subterrâneo. A mineração do ouro, além de passar pelas etapas de pesquisa e extração, também passa pela etapa de preparação do minério, até chegar à etapa de beneficiamento, a fim de torná-lo comercial.

Mineração e impactos ambientais

A mineração, apesar de ser essencial para o desenvolvimento socioeconômico, apresenta grande potencial de impactos ambientais negativos quando realizada de maneira incorreta, seja na falta de planejamento, seja na falta de fiscalização.

No Brasil, os órgãos responsáveis por fiscalizar a atividade mineradora, bem como o cumprimento da legislação acerca da exploração dos recursos minerais, são vários, como o Ministério do Meio Ambiente (MMA), o Ministério de Minas e Energia (MME), o Serviço Geológico do Brasil, e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Segundo pesquisas do Centro de Tecnologia Mineral do Ministério da Ciência|2| (Cetem), cerca de 105 territórios, distribuídos em 22 estados brasileiros, sofrem com os impactos da mineração, o que confirma que essa atividade provoca diversos problemas nas regiões onde é realizada.

No entanto, é preciso deixar claro que a integridade das minas é responsabilidade da empresa, e a recuperação ambiental da área deve constar nas etapas do projeto, devendo, portanto, ser considerados todos os riscos ambientais possíveis.

Os principais problemas ambientais associados a essa atividade são:

  • Poluição e contaminação dos recursos hídricos: ocorre, principalmente, devido à formação de lama e dissolução de produtos químicos.

  • Degradação da paisagem: A atividade mineradora, além de modificar a paisagem, principalmente em lavra de céu aberto, provocando impactos visuais, acaba também por retirar a identidade do local no que diz respeito ao ecossistema, afugentando animais e retirando a cobertura vegetal.

  • Poluição do ar e poluição sonora: Alguns métodos de exploração de minérios provocam poluição do ar e também poluição sonora, devido às explosões nas minas.

  • Alteração geológica: A abertura de cavas nas áreas de mineração provoca alterações na geologia das áreas.

  • Processos erosivos: em muitas áreas em que é retirada a cobertura vegetal, bem como há formação de lama, ocorre o favorecimento de voçorocas e assoreamentos.

Leia também: Extração mineral e os impactos ambientais

Desastres ambientais provocados pela mineração

O desastre ambiental ocorrido em Brumadinho deixou mais de 200 mortos e muitas pessoas desaparecidas. (Fonte: Corpo de Bombeiros do estado de Minas Gerais.)
O desastre ambiental ocorrido em Brumadinho deixou mais de 200 mortos e muitas pessoas desaparecidas. (Fonte: Corpo de Bombeiros do estado de Minas Gerais.)

O Brasil vivenciou dois grandes desastres ambientais associados à atividade mineradora nos últimos anos. O primeiro, na cidade de Mariana, em Minas Gerais, em 2015, e o segundo, em Brumadinho, também nesse estado, em 2019. Nessas duas cidades, barragens de rejeitos foram rompidas, deixando as cidades sob a lama, provocando dezenas de mortes e afetando toda a biodiversidade da área. Rios e solo foram contaminados, animais perderam-se em meio à lama, famílias perderam suas casas, meios de sustento.

Nota

|1| Mineração — Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). Para acessar, clique aqui.
|2| Estudos confirmam impactos de mineração no país. Para acessar, clique aqui.

A mineração é uma importante atividade econômica que consiste na exploração de minérios.
A mineração é uma importante atividade econômica que consiste na exploração de minérios.
Publicado por: Rafaela Sousa
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados