Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia humana
  4. Mudança Climática

Mudança Climática

Um intenso aquecimento do planeta
Um intenso aquecimento do planeta

Todas as previsões e estudos científicos levam a uma resposta definitiva acerca do aquecimento global provocado pela elevação da temperatura média da Terra, todos os efeitos serão percebidos ao longo de séculos. As grandes mudanças climáticas ocorridas no passado foram, em sua totalidade, provenientes de causas naturais como mudança de órbita da Terra, a quantidade de luz solar, os ciclos ou períodos de glaciações.

Na contemporaneidade as mudanças climáticas têm como agente causador o homem que através de sua força de trabalho e capacidade de pensar, cria novas tecnologias continuamente, nesse contexto o principal impulsionador do processo é o fator econômico e industrial. As atividades produtivas dos últimos 200 anos foram determinantes para a degradação do meio ambiente que ocasiona problemas climáticos.


A partir da Revolução Industrial e das revoluções posteriores, foram lançados na atmosfera gases provenientes da queima de combustíveis fósseis (petróleo, carvão e gás), esse fato permitiu uma saturação de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera, que promoveu o aumento da temperatura média da Terra, alterações em quantidade e períodos de chuvas, diminuição das geleiras, incidência de tempestades e elevação dos índices dos oceanos. Sem uma progressiva diminuição de gás CO2, a temperatura tenderá a aumentar cada vez mais, isso a nível global.

Aquecimento da Terra

As modificações climáticas já podem ser percebidas, no Ártico as calotas polares estão se reduzindo de forma assustadora, mesmo considerando que as poluições são produzidas a milhares de quilômetros de distâncias, em áreas de latitudes médias a incidência de noites frias teve um significativo decréscimo e por outro lado a ocorrência de ondas de calor aumentou muito. Outro ponto notório da alteração do aquecimento está no oceano Índico e oeste do Pacífico, onde foram registradas as maiores temperaturas dos últimos 11,5 mil anos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No hemisfério norte é registrado as maiores elevações de temperaturas, mais do que no hemisfério sul, isso é explicado pelo fato da Terra aquecer de forma mais rápida do que a água, portanto o hemisfério sul possui quantidade menor de terras emersas. No continente europeu morreram cerca de 35 mil pessoas em 2003, mortes provocadas pela onda de calor. As partes congeladas do planeta podem ser consideradas uma das mais prejudicadas pela mudança climática, pois as geleiras estão em pleno processo de declínio, até mesmo na Antártica o gelo está derretendo, no Himalaia as geleiras contidas nas montanhas são responsáveis por suprir as águas dos rios localizados no sul da Ásia, diminuindo cerca de 9 metros anualmente.

Mudanças nas chuvas

No decorrer das últimas três décadas se tornou evidente a tendência de ocorrência de secas em florestas tropicais localizadas na África e América do Sul e em áreas de clima predominantemente seco no sul da Europa e oeste da América no norte, nas regiões úmidas a incidência de precipitações de forma torrencial provocou sucessivas enchentes produzindo vários prejuízos e mortes. No inverno a neve está sendo substituída pela chuva fria, isso é preocupante, pois milhões de pessoas dependem do acúmulo do gelo, esse na primavera é utilizado para se obter água.

Se houver diminuição de emissão de gases de CO2, ainda assim a Terra terá uma elevação de pelo menos 2o na temperatura média do planeta, as mudanças podem amenizar o frio na Rússia e no norte da Europa, o restante do mundo poderá sofrer muito com o calor.

 

Assuntos Relacionados