Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Continentes
  4. América
  5. Narcotráfico na América do Sul

Narcotráfico na América do Sul

A América do Sul enfrenta muitos problemas de ordem social e econômica, como as crises sucessivas, a falta de trabalho e oportunidades, as desigualdades sociais e diversos outros problemas que são comuns em todos os países que integram essa parte da América.

Essas características geram outros problemas oriundos da criminalidade, tais como o tráfico de drogas, armas, seqüestros, atentados, corrupção. As drogas, em especial, motivam quase que todos esses citados, infelizmente tais problemas se fazem presente em muitos países da América do Sul.

O narcotráfico faz parte de toda nação, a comercialização de drogas é o segundo ramo de atividade econômica do planeta, sendo superada somente pelo comércio de armas, gerando uma receita de aproximadamente 500 bilhões de dólares anual.

As atividades citadas estão diretamente ligadas ao tráfico de drogas e à criminalidade em geral, além de guerras e terrorismo. O narcotráfico é uma atividade que se enquadra no mundo do crime, atua na produção, comercialização e distribuição de drogas em suas diversas formas e substâncias. As drogas são substâncias tóxicas que levam o consumidor das mesmas a desenvolver comportamentos anormais, provocando um estágio de dependência tanto física quanto mental, o uso tem promovido em milhares de famílias diversos problemas, pois desestrutura a instituição, que além de retirar o usuário do setor produtivo gera gastos para o tratamento.

Na América do Sul a droga mais produzida é a cocaína, desse modo, os grandes produtores são: Colômbia, Peru e Bolívia que garantem a distribuição da droga no planeta. A droga passa por diversas etapas até chegar ao consumidor, no caso, o usuário, a primeira fase é o cultivo da matéria-prima, a coca, planta da qual se obtém a base para o preparo da cocaína. Na segunda fase a planta é processada, transformando-se em uma pasta base e na terceira e última fase é realizado o refino, resultando em um pó branco que já é a cocaína.

Após todo processo de cultivo e refino é preciso realizar a distribuição, como se trata de uma atividade ilegal se faz necessário obter uma infinidade de rotas e caminhos distintos, o Brasil está inserido na rota internacional do tráfico. A droga entra no país pela floresta Amazônica, como as fronteiras não são totalmente monitoradas não existem impedimentos, depois disso segue para os portos, aeroportos e pistas de pouso clandestinas espalhadas pelo território, a partir desses locais são enviadas toneladas para os grandes centros, em diferentes continentes.

Enfim, quando chegam ao seu destino os grandes traficantes realizam a distribuição para o usuário que compra e contribui com o tráfico e as atividades ligadas a ele. O grande volume de dinheiro gerado pelo tráfico de drogas deve ser transformado em recursos legais, esse processo é conhecido por “lavagem de dinheiro” que ocorre através do investimento do recurso financeiro adquirido no tráfico de drogas em ações, obras de arte, jogos, restaurantes, hotéis e muitas outras atividades.

No entanto, uma boa parcela do dinheiro fica reservada para dar continuidade ao tráfico e às atividades ilícitas ligadas, como a prostituição, corrupção, além de financiar grupos guerrilheiros como as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

O narcotráfico apesar de ser uma atividade ilegal, portanto criminosa, se constitui em grupos organizados conhecidos como máfia, dessa forma as principais tem origem em países como Japão, China, Estados Unidos, Itália e Rússia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Produto do narcotráfico.
Produto do narcotráfico.
Publicado por: Eduardo de Freitas

Assuntos Relacionados