Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Países
  4. O setor agropecuário da Argentina

O setor agropecuário da Argentina

A Argentina é um país sul-americano, atualmente figura como uma economia emergente. Dentre os setores da economia que compõe o PIB da nação, está a agropecuária, que responde por aproximadamente 7%. No território argentino habitam cerca de 39 milhões de pessoas, desse total, 10% trabalha no setor agropecuário.

A estrutura fundiária argentina acompanha a mesma realidade dos países latinos, isto é, uma profunda concentração de terras nas mãos de uma minoria da população. Os produtos oriundos da agropecuária respondem por cerca de 50% de tudo que é exportado, isso mostra a importância do setor para a economia. Dentre os produtos mais exportados estão o trigo, o milho e a carne.

Ao longo do território argentino existem duas zonas agropecuárias de grande relevância: a região pampeana e a extrapampeana. Na região pampeana são encontradas extensas terras de grande fertilidade, a área abrange cidades como Buenos Aires, Santa Fé, Rosário e Baía Blanca.

Essa região se destaca principalmente na produção de trigo e milho. Na pecuária, as principais criações são de gado e ovinos. A grande produção se deve, especialmente, pela característica topográfica plana, que favorece a mecanização plena e eleva a produtividade da agricultura e da pecuária. A região pampeana responde por 50% dos produtos oriundos da agricultura; 66%, do gado e 50%, do ovino.
Além dos produtos agropecuários citados, a Argentina produz também algodão, cana-de-açúcar, vinha e oliveira, frutas, uva e erva-mate.
A uva é uma das principais culturas desenvolvidas na Argentina, grande parte da produção é destinada à fabricação de vinhos.
A uva é uma das principais culturas desenvolvidas na Argentina, grande parte da produção é destinada à fabricação de vinhos.
Publicado por: Eduardo de Freitas

Assuntos Relacionados