PIB do Brasil

O PIB do Brasil é o sétimo maior do mundo, e teve um crescimento de 2,3% em 2013.

O PIB Produto Interno Bruto – é a soma de todas as riquezas produzidas a partir da produção e da realização de serviços, gerando e difundindo renda e produtividade em um dado território. Apesar de suas limitações, trata-se de um importante medidor para adquirir uma melhor noção do nível de desenvolvimento de um país.

Atualmente, o PIB do Brasil está calculado em R$ 4,84 trilhões, segundo dados divulgados pelo IBGE para o ano de 2013. O crescimento foi de 2,3% em relação ao ano anterior, com projeção para 1,9% para 2014. Em 2012, o crescimento foi de 1%; em 2011, de 2,7% e, em 2010, de 7,5%. O gráfico a seguir mostra a evolução dos índices de crescimento do Produto Interno Bruto do país entre os anos de 2002 e 2013.

Variação do crescimento do PIB do Brasil entre 2002 e 2013
Variação do crescimento do PIB do Brasil entre 2002 e 2013

É importante destacar que, no gráfico, não está representado o PIB em valores absolutos, mas apenas a sua taxa de crescimento. Isso significa dizer que as variações apresentam a diferença do PIB em relação ao ano anterior. Nesse sentido, a tendência atual no Brasil é de PIBs maiores após crescimentos menores e vice-versa. Em 2010, o crescimento de 7,5% ocorreu, em partes, pelo crescimento muito fraco em 2009: 0,3%.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em linhas gerais, o crescimento Produto Interno Bruto brasileiro foi considerado alto em relação aos demais países com PIB semelhante, sendo o terceiro maior dentre as 13 maiores economias do mundo, conforme a divulgação realizada pelo IBGE. O principal setor que guiou o crescimento brasileiro foi a agropecuária.

O PIB do Brasil é frequentemente comparado ao dos demais países da América Latina, de modo que o país apresentou um crescimento superior à média da região apenas em 2010. Mas isso é um dado muito relativo e que precisa ser avaliado criticamente. Primeiro é preciso lembrar que, como o Brasil possui o maior PIB da América Latina, é normal que cresça menos em termos percentuais do que os demais países, o que não significa o menor crescimento em números absolutos, afinal, 1% da economia brasileira pode ser um valor maior do que 6% de outras economias, por exemplo. Em segundo lugar, o grau de desenvolvimento da economia brasileira torna-a mais suscetível às consequências nas variações econômicas dos Estados Unidos e da Europa. Por fim, é preciso destacar que o maior crescimento do PIB não necessariamente representa um melhor desenvolvimento social no país.

O PIB do Brasil vem crescendo lentamente nos últimos anos
O PIB do Brasil vem crescendo lentamente nos últimos anos
Publicado por: Rodolfo F. Alves Pena

Assuntos Relacionados