Pré-sal no Brasil

O pré-sal é uma reserva de petróleo localizada sob uma espessa camada de sal. No Brasil, há um pré-sal localizado entre os estados de Santa Catarina e do Espírito Santo.

O pré-sal brasileiro compreende uma extensa reserva de petróleo (de alta qualidade) e de gás natural depositada no fundo do oceano, a mais de sete mil metros abaixo do nível do mar. Essa reserva está sobreposta por uma grande camada de sal que pode alcançar até dois mil metros de espessura. Essa característica dificulta a exploração da área, visto que é necessário o emprego de avançadas tecnologias.

Características e localização do pré-sal brasileiro

A reserva de petróleo encontrada nas águas oceânicas do Brasil é chamada de pré-sal em decorrência de sua escala de tempo geológico, ou seja, de seu período de formação. Na região em que o pré-sal foi encontrado, acumulou-se, há milhões de anos, matéria orgânica. Esse acúmulo foi decorrente do distanciamento dos continentes americano e africano, que provocou a formação dessa camada de sal com cerca de dois mil metros de espessura.

As temperaturas nessa área encontram-se em torno de 80º C e 100º C, constituindo um local de alta pressão e temperaturas. Essas características alteram a composição das rochas e dificultam o processo de extração do petróleo, fazendo com que seja necessária a aplicação de tecnologias avançadas.

O pré-sal brasileiro localiza-se numa faixa litorânea entre os estados do Espírito Santo e de Santa Catarina, com uma extensão de aproximadamente 800 quilômetros e 200 quilômetros de largura. Situa-se há sete mil metros abaixo do nível do mar, compreendendo as bacias sedimentares de Campos, Espírito Santo e Santos.

Quando e quem descobriu o pré-sal no Brasil?

A Petrobras comunicou o descobrimento de uma grande reserva petrolífera localizada no Rio de Janeiro, abaixo de uma espessa camada de sal no ano, em 2006. Isso foi possível em virtude da parceira entre a estatal e empresas estrangeiras que tinham como objetivo explorar o petróleo no Brasil.

A Petrobras, por muitos anos, investiu no desenvolvimento de tecnologias que garantissem a autossuficiência petrolífera ao Brasil. Dessa forma, deixou a exploração do campo terrestre para explorar águas profundas. É válido ressaltar que, historicamente, o Brasil sempre precisou importar petróleo.

No período em que o pré-sal foi descoberto no Brasil, o país apresentava uma crescente economia. Somado a esse cenário, havia uma grande demanda mundial por petróleo. Apesar disso, a Petrobras estava envolvida em escândalos políticos, momento conflituoso que acabou impactando os investimentos na exploração e na produção de petróleo no Brasil. Todavia, em decorrência de seu grande potencial de produção, a reserva do pré-sal não deixou de atrair olhares.

Em 2010, a estatal brasileira começou, de fato, o processo de exploração do petróleo na área abrangida pelo pré-sal. Essa exploração iniciou-se no campo Jubarte, localizado na Bacia de Campos, no Espírito Santo. A partir de então, a economia brasileira ganhou um novo impulso.


O pré-sal brasileiro encontra-se nas Bacias de Santos, Campos e Espírito Santo e conta com 52 poços de exploração. **

Exploração do pré-sal

O pré-sal brasileiro conta, ao todo, com 52 poços de exploração, que estão sendo explorados em um tempo cada vez menor em decorrência do emprego de grandes tecnologias nos projetos de exploração e de produção. Esses poços dividem-se entre as Bacias de Campos, Santos e Espírito Santo.

De acordo com o Ministério de Minas e Energia, nas Bacias de Santos e do Espírito Santo encontram-se os principais campos:

  • Campo Tupi, conhecido atualmente como campo de Lula;

  • Campo Iara;

  • Parque das Baleias.

Na área que compreende essas duas bacias, foram perfurados 31 poços de exploração. Entre os dez poços com a melhor vazão, nove localizam-se na Bacia de Santos. O campo mais produtivo atualmente é o campo de Lula, no qual é produzida uma média diária de 36 mil barris de petróleo.

Produção de petróleo no pré-sal

Segundo dados da Petrobras, em 2010, a produção de petróleo era de aproximadamente 41 mil barris por dia. Em 2016, essa produção cresceu para 1 milhão de barris diários, um número extremamente expressivo para o país. No mês de maio de 2018, a estatal comunicou que a produção de petróleo alcançou a marca de 2,07 milhões de barris por dia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A Petrobras, juntamente com as empresas consorciadas, produz, atualmente, uma média de 2,1 milhões de barris no período de um dia. De acordo com a estatal, a produção tem previsões para dobrar em 2020, alcançando a marca de 4 milhões de barris por dia. Segundo o diretor da Empresa de Pesquisas Energéticas, José Mauro Ferreira, o Brasil configurará entre os cinco maiores exportadores de petróleo do mundo até o ano de 2026.

Atual situação do pré-sal no Brasil

Sabe-se que a demanda por petróleo é uma das maiores causas de conflitos no mundo. De um lado, há os países produtores, que, apesar de deterem extensas reservas, apresentam mercado reduzido, poucas tecnologias e baixo capital (países do Oriente Médio, por exemplo). Do outro lado, há os países que consomem petróleo, mas que detêm pouca ou nenhuma reserva. Apesar de esses países possuírem grandes mercados, elevado capital e tecnologias extremamente avançadas, necessitam de comprar o petróleo de outros produtores.

Saiba mais: A produção de petróleo no Oriente Médio

Historicamente, o Brasil configurava-se como um importador de petróleo. Com a descoberta do pré-sal, o país passou a ocupar uma situação privilegiada no mercado, visto que muitos investidores passaram a olhá-lo com entusiasmo.

A exploração da reserva de petróleo do pré-sal significou uma nova realidade para o desenvolvimento do Brasil, pois estimulou investimentos tanto nacionais quanto estrangeiros. Esses investimentos, além de impulsionarem a produção de novas tecnologias, promoveram também a capacitação profissional, geraram novos empregos e, consequentemente, mudaram o status da economia no Brasil.

O governo brasileiro estabeleceu três regimes de contrato para que o petróleo pudesse ser explorado:

Concessão

Esse regime garante direitos exclusivos para produção, exploração e venda do petróleo durante um determinado período.

Partilha de produção

Nesse regime, o Brasil detém o petróleo e negocia a distribuição dos lucros de sua exploração entre investidores.

Cessão onerosa

O Brasil concede à Petrobras o direito de explorar o petróleo em algumas áreas.


O regime de partilha de produção possibilitou ao Brasil um maior controle da exploração do petróleo, fato que conferiu ao país a chance de obter maior vantagem econômica e estratégica na produção.

Os leilões são um grande exemplo da atratividade que o pré-sal tem despertado mundialmente. provocando uma forte competição entre as petroleiras no mundo todo a fim de conseguirem poços mais produtivos. Vencem os leilões as empresas que oferecerem para o Estado o maior percentual de petróleo produzido na área leiloada.

Em 2013, ocorreu o primeiro leilão, na área de Libra, um dos campos de extração do petróleo do pré-sal. Essa área foi arrematada pelas consorciadas Petrobras, Shell, Total e Cnooc e Corporação Nacional de Petróleo da China (CNPC).

Segundo o Plano de Negócios e Gestão da Petrobras, 220 bilhões de dólares serão investidos no setor de petróleo entre os anos de 2014 e 2018. Desse valor, 153 bilhões serão aplicados na exploração do pré-sal. Já o Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP) sugere que o investimento no pré-sal será de 1,7 trilhão de dólares nos próximos 30 anos.

Qual é a importância do pré-sal para o Brasil?

O pré-sal proporcionou ao Brasil o status de autossuficiente em relação ao petróleo. Segundo o IBP, até 2035, o Brasil deixará de importar, tornando-se exportador de energia. Estima-se que a produção de petróleo aumentará em torno de 109%, colocando o Brasil na posição de maior produtor de petróleo da América do Sul.

A descoberta do pré-sal representou para o Brasil uma forma de resguardar-se eventuais conflitos e crises energéticas futuras. O país, além de tornar-se economicamente e geopoliticamente privilegiado, teve sua economia fortalecida, gerando empregos, atraindo investimentos e expandindo avanços tecnológicos na área.

Leia também: Nova jazida de petróleo no Brasil
___________________________
*Crédito de imagem: Antonio Scorza / Shutterstock
**Crédito de imagem: Antonio Scorza / Shutterstock 

O pré-sal encontrado no Brasil fez com que o país despontasse entre os maiores produtores de petróleo do mundo.*
O pré-sal encontrado no Brasil fez com que o país despontasse entre os maiores produtores de petróleo do mundo.*
Publicado por: Rafaela Sousa

Assuntos Relacionados