Pseudovulcões

O interior do planeta Terra é repleto de uma grande quantidade de energia que muitas vezes deve ser lançada para a superfície terrestre. Podemos destacar casos como o terremoto e os vulcões, o último pode se apresentar de duas formas: vulcões e pseudovulcões.

Um exemplo de pseudovulcão é o gêiser, que é um fenômeno provocado pela erupção em locais de nascentes termais, ocorre em intervalos relativamente regulares e se desenvolve quando uma quantidade de gases, em decorrência de uma grande pressão, emerge do interior da Terra para a superfície como se fosse um jato. No momento da erupção não são expelidos materiais comuns aos vulcões convencionais, tais como fumaça, lavas, pedras, o que acontece é somente a emissão de gases e água quente.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O termo gêiser é oriundo do islandês, que significa poço que jorra, os mais conhecidos estão localizados na Nova Zelândia, na Islândia e em diversas áreas dos Estados Unidos.

Para o desenvolvimento desse fenômeno é preciso que haja condições hidrogeológicas favoráveis, que existem em regiões bastante particulares e restritas, portanto, não há grande incidência de casos no mundo, o que o torna relativamente raro. As águas lançadas podem atingir até 80 metros de altura com temperaturas que oscilam entre 70° e 100°C.

Gêiser localizado no Parque Yellowstone (EUA).
Gêiser localizado no Parque Yellowstone (EUA).
Publicado por: Eduardo de Freitas

Assuntos Relacionados