Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia Física do Brasil
  4. Região Hidrográfica do São Francisco

Região Hidrográfica do São Francisco

A Região Hidrográfica do São Francisco possui uma área de aproximadamente 634 mil quilômetros quadrados, correspondendo a 7,5% do território brasileiro, e seu principal rio é o São Francisco. O Velho Chico, como é conhecido, nasce na Serra da Canastra, em Minas Gerais e percorre Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe até chegar à foz, na divisa entre esses dois últimos estados. Sua Bacia hidrográfica também envolve parte do estado de Goiás e o Distrito Federal. Sua extensão é de 2.700 quilômetros desde a Serra da Canastra até a sua foz.


Imagem próxima à nascente do Rio São Francisco

Durante seu longo percurso, o São Francisco se divide em quatro trechos: o Alto São Francisco, que vai de suas cabeceiras até Pirapora, em Minas Gerais; o Médio, de Pirapora, onde começa o trecho navegável, até Remanso, na Bahia; o Submédio, de Remanso até Paulo Afonso, também na Bahia; e o Baixo, de Paulo Afonso até a foz.

O rio São Francisco recebe água de 168 afluentes, dos quais 99 são perenes, ou seja, nunca secam totalmente. Dos afluentes perenes se destacam os rios Cariranha, Pardo, Grande e das Velhas, e temporários, como os rios das Rãs, Paramirim e Jacaré. Sua maior extensão navegável se localiza entre as cidades de Piraropa (MG) e Juazeiro (BA), com extensão de aproximadamente 1,4 mil quilômetros.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Cânion do Rio São Francisco

É o maior rio totalmente brasileiro, de fundamental importância na economia das regiões que percorre, pois permite o desenvolvimento de atividades agrícolas em suas margens. A irrigação no Vale do São Francisco, principalmente no semiárido, é uma atividade social e econômica dinâmica, geradora de emprego e renda na região e de divisas para o País – suas frutas são exportadas para os Estados Unidos e países europeus.

Os índices pluviais da Bacia do São Francisco variam entre sua nascente e sua foz. A pluviometria média vai de 1.900 milímetros na área da Serra da Canastra a 350 milímetros no semiárido nordestino. O potencial hidrelétrico do São Francisco é aproveitado, principalmente, pelas usinas de Paulo Afonso, Três Marias, Sobradinho e Moxotó.

Assuntos Relacionados