Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia humana
  4. Organismos internacionais
  5. Unasul - União das Nações Sul-americanas

Unasul - União das Nações Sul-americanas

A Unasul é um bloco composto pelos doze países da América do Sul. Seu objetivo é promover a integração econômica, social, cultural e política de seus países-membros.

A Unasul (União de Nações Sul-americanas) é um bloco que reúne os doze países da América do Sul: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela. O acordo tem como principal objetivo fomentar a integração entre os seus países-membros.


Antecedentes da criação da Unasul

Embora o bloco econômico seja recente, a ideia de integração entre os países que fazem parte da América do Sul é bastante antiga. Desde a independência das colônias americanas que a integração econômica entre os países sul-americanos é vista como uma alternativa para sobrevivência, fim da dependência colonial e desenvolvimento econômico.

Durante os séculos XIX, XX e XXI, houve várias tentativas para promover essa união entre os países. A mais consistente delas foi o Mercosul, criado em 1991 com o objetivo de estabelecer uma zona de livre-comércio entre os países-membros a partir da redução das fronteiras alfandegárias e adoção de uma tarifa única para as negociações externas comuns.

Embora o Mercosul tenha conseguido dinamizar a economia dos países-membros, aumentando a integração econômica entre eles e provocando o desenvolvimento de suas economias individuais, o bloco não conseguiu incluir todos os países da América do Sul, dinamizando, efetivamente, apenas as cinco economias dos seus países-membros (Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela). Além disso, como possui poucos membros, as recorrentes crises nas economias nacionais dos países integrantes ocasionaram o enfraquecimento desse bloco econômico, que deixou de se ser tão vantajoso.


Criação da Unasul

Para tentar unificar todas as economias dos países sul-americanos e promover o desenvolvimento cultural, econômico, social e ambiental da América do Sul, em 2004, foi proposta a criação de uma Comunidade Sul-americana de Nações. Em 2008, os doze países assinaram em Brasília um documento instituindo a criação do bloco, que, a partir daquele momento, passou a se chamar Unasul - União de Nações Sul-americanas.


Principais objetivos da Unasul

Diferentemente do Mercosul, que pretendia criar uma zona de livre-comércio entre seus países-membros, a Unasul tem como principal objetivo, de acordo com o tratado constitutivo do bloco, criar um espaço de integração, aproximando-se ainda mais do modelo de integração desenvolvido pela União Europeia, visto que tenta desenvolver ações conjuntas que ultrapassam a esfera econômica. De acordo com o Tratado Constitutivo da União de Nações Sul-americanas, entre as principais áreas de interesse de atuação do bloco, destacam-se as ações no âmbito:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Cultural: Visando, principalmente, à consolidação de uma identidade sul-americana e ao reconhecimento das diversidades culturais entre os povos;

  • Social: Por meio de ações que favoreçam o desenvolvimento social e humano, a erradicação da pobreza, do analfabetismo e das desigualdades e o acesso universal a uma educação de qualidade, à seguridade social e aos serviços de saúde.

  • Econômico: A partir da cooperação econômica e comercial, da integração industrial, produtiva e energética e do desenvolvimento de infraestruturas comuns, promover o desenvolvimento econômico e a integração financeira entre os países-membros do bloco.

  • Político: Promover ações que visem ao fortalecimento político e democrático do bloco e à defesa e à segurança das nações por meio da participação cidadã e da luta contra o terrorismo, a corrupção, o tráfico (de pessoas, armas e drogas), o crime organizado e a proliferação de armas nucleares.

  • Ambiental: Desenvolver ações que garantam a proteção da biodiversidade e a redução dos impactos ambientais na América do Sul.

  • Científica: Por meio do desenvolvimento de políticas e projetos comuns de pesquisa, inovação e transferência de conhecimentos científicos e tecnológicos, que diminuam a dependência científica dos países que integram a Unasul.

Assim sendo, a Unasul surge como uma alternativa de integração entre os países da América do Sul diante do atual cenário mundial do predomínio dos acordos multilaterais, como a União Europeia, União Africana e, mais recentemente, o Acordo de Associação Transpacífico. Apesar de almejar a união entre os países em diversos âmbitos da sociedade, resta saber se as ações adotadas por esse órgão conseguirão resultados tão satisfatórios como os da União Europeia ou se as diferenças entre os países-membros e as constantes crises políticas e econômicas causarão o enfraquecimento desse bloco, assim como aconteceu com o Mercosul. Como a criação do bloco ainda é relativamente recente, não é possível conjecturar sobre os efeitos dele para os países que o integram.

A Unasul surgiu como uma alternativa para promover a integração na América do Sul
A Unasul surgiu como uma alternativa para promover a integração na América do Sul
Publicado por: Thamires Olimpia Silva

Assuntos Relacionados