Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Sintaxe
  4. Oração
  5. Oração Coordenada
  6. A vírgula entre as orações coordenadas

A vírgula entre as orações coordenadas

Antes de partimos para o estudo propriamente dito deste sinal de pontuação, é importante analisarmos acerca de um importante aspecto: não podemos apontar que existem semelhanças para o uso da vírgula no que se refere à linguagem oral e escrita, uma vez que essa é subordinada a um conjunto de regras previamente estabelecidas, e aquela se encontra relacionada às intenções que o falante quer atribuir ao seu discurso, livre de quaisquer traços de convencionalismo.

Dessa maneira, dizemos que tal emprego (tendo em vista a linguagem escrita) encontra-se condicionado a fatores de natureza sintática. Assim, no intuito de exemplificá-los, tomaremos como ponto de partida os seguintes enunciados:

Cumprimentou a todos ao chegar à empresa.

Constatamos que se trata de um sujeito oculto, visto que não se encontra de forma explícita na oração – representado pela 3ª pessoa do singular – (ele).
Também temos um predicado, o qual se refere à informação que se tem do sujeito: Cumprimentou a todos ao chegar à empresa.

Mediante tais pressupostos, concluímos que o enunciado encontra-se na ordem direta, uma vez que possui todos os elementos necessários a tal.

Agora vejamos este outro exemplo:

Ao chegar à empresa, cumprimentou a todos.

Identificamos que a situação agora se tornou o inverso da primeira – estando essa na ordem inversa. Daí resulta o emprego da vírgula, justamente para demarcar uma dada intercalação entre os termos do discurso.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Princípio este, norteador de nossos estudos. Para tanto, analisaremos o emprego da vírgula manifestado no período composto por coordenação, o qual compreende as orações assindéticas e sindéticas. São denominadas de assindéticas pelo fato de não possuírem conjunção, e sindéticas pela existência desta. Vejamos, portanto:

* As coordenadas assindéticas são separadas entre si pala vírgula:


Chegou, preparou o material, deu início ao discurso.



* As coordenadas sindéticas são demarcadas pela vírgula, exceto as que integram o grupo das aditivas.

- Não pôde comparecer ao trabalho, porém justificou sua ausência.

- Ou você estuda para as avaliações, ou opta por comprometer seu resultado ao final do ano.

- Não viajaremos nestas férias, pois meus pais estão trabalhando.



Contudo, em se tratando das aditivas, há dois casos em particular nos quais a vírgula encontra-se presente, assim evidenciados:

* Quando as orações são constituídas por sujeitos distintos.

Pedro é o mais esforçado dos irmãos, e Marcos não demonstra nenhum interesse.



* Quando a conjunção aparece por várias vezes repetida, configurando assim o que denominamos de polissíndeto:

Chegou, e preparou o material, e cumprimentou a todos, e deu início ao discurso.



Entre as orações intercaladas também constatamos a presença deste sinal. Assim como:

Este ano|, asseverou o diretor|, foi o mais proveitoso de todos.

                  Oração intercalada

Assuntos Relacionados