Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Estrutura e formação das palavras
  4. As vogais O e U – marcas relevantes

As vogais O e U – marcas relevantes

Eis que a todo instante nos deparamos com alguns traços interessantes que demarcam os fatos linguísticos. A ortografia então é um exemplo típico dessa ocorrência, uma vez que há uma infinidade de palavras que apresentam uma semelhança sonora e que, sem sombra de
dúvidas, acarretam tão somente em muitas especulações por parte dos usuários.

Como se trata de uma infinidade de casos representativos, seria impossível relacioná-los de uma só vez. Para tanto, basear-nos-emos no caso das vogais “o” e “u”, de forma a ressaltar as circunstâncias linguísticas em que estas se manifestam, como também apontar algumas particularidades relacionadas a fatores semânticos. Portanto, vejamo-las:

* Grafam-se com “o”:

boteco, botequim, mochila, nódoa, cortiço, moela, mosquito, mágoa, moleque, tossir, goela, engolir, polenta, toalete, zoar, etc.

* Grafam-se com “u”:

amuleto, bueiro, camundongo, cinquenta, cutia, curtume, jabuti, jabuticaba, entupir, embutir, mandíbula, supetão, tábua, tabuleiro, urtiga, urticária, entre outras.


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Publicado por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Assuntos Relacionados