Colocação pronominal

A colocação pronominal é a posição que os pronomes pessoais oblíquos átonos ocupam na frase em relação ao verbo.

A colocação pronominal faz referência à posição dos pronomes pessoais oblíquos átonos em relação ao verbo.
Os pronomes pessoais oblíquos átonos são: me, te, se, o(s), a(s), lhe(s), nos, vos.

O pronome pode estar em três posições distintas em relação ao verbo:

Próclise: o pronome surge anterior ao verbo.

Exemplo: Não me faça perder sua confiança.

A próclise é empregada quando:

a) Antes do verbo houver palavras de sentido negativo.

Nada me faz voltar atrás.

b) Antes do verbo houver um advérbio.

Naquela cidade se fala alemão.

c) Antes do verbo houver pronomes (relativos, indefinidos e demonstrativos)

Isso me deixou muito feliz.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

d) Antes do verbo houver preposição seguida de gerúndio.

Em se tratando de saneamento, o Brasil ainda tem que investir muito na área de tratamento de esgoto.


Ênclise: o pronome surge posterior ao verbo.

Exemplo: Alistou-se no exército para realizar um sonho.

É importante informar que a ênclise não ocorre no início da frase, na linguagem formal. Portanto, os pronomes pessoais oblíquos átonos não iniciam orações.

Exemplo: Me falaram que estou muito bem. (errado)
Falaram-me que estou muito bem. (certo)

Mesóclise: o pronome surge no meio do verbo.

Exemplo: Abraçar-lhe-ia agora, mas estou molhado.

Assista às nossas videoaulas
loading...

Assuntos Relacionados