Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Fonologia
  4. Encontro consonantal

Encontro consonantal

Os encontros consonantais são o agrupamento de duas ou mais consoantes na mesma palavra sem vogal intermediária.

Os encontros consonantais são sequências de consoantes juntas na mesma palavra
Os encontros consonantais são sequências de consoantes juntas na mesma palavra

As consoantes são os fonemas (sons) que atravessam obstáculos do aparelho fonador para serem pronunciadas. Na Língua Portuguesa, temos 19 consoantes: / B /, / C /, / D /, / F /, / G /, / J /, / K /, / L /, / M /, / N /, / P /, / Q /, / R /, / S /, / T /, / V /, / W /, / X /, / Z /. Neste artigo, vamos refletir a respeito do que acontece quando há o encontro de duas ou mais consoantes em uma mesma sílaba.

O agrupamento de duas ou mais consoantes, sem uma vogal intermediária, é o que chamamos de encontro consonantal. Diferentemente dos dígrafos, os encontros consonantais não estão juntos para que se possa formar um único fonema. Nos encontros consonantais, os fonemas são próprios e representam o mesmo número de letras.

Veja alguns exemplos de encontros consonantais:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • atlas

  • broche

  • prato

  • treino

  • prova

  • pneumonia

Existem três grupos de encontros consonantais. Observe:

1) Resultantes do contato da consoante 'l' ou 'r', os quais ocorrem na mesma sílaba:

  • atleta – a – tle- ta

  • blusa – blu - sa

  • broche – bro – che (lembre-se de que 'ch' é dígrafo, e não encontro consonantal)

  • crise – cri - se

2) Resultado do contato de duas consoantes pertencentes a sílabas diferentes:

  • advogado – ad – vo – ga – do

  • admitir – ad – mi – tir

  • corte – cor – te

  • subsolo – sub – so – lo

3) Grupos consonantais que surgem no início dos vocábulos e são inseparáveis na divisão silábica:

  • gnomo – gno – mo

  • pneumonia – pneu – mo – ni – a

  • psicose – psi – co – se

  • pseudo – pseu – do

Assuntos Relacionados