Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Classe de palavras
  4. Verbo
  5. Estrutura verbal e suas categorias

Estrutura verbal e suas categorias

A estrutura verbal possui elementos conhecidos como categorias que podem ser determinados pelo discurso ou linguisticamente.

Observe a estrutura do verbo a seguir:

Estudamos todos os dias.

É possível notar que, em sua composição, o verbo possui categorias que lhe caracterizam em número (plural) e pessoa (1ª pessoa - Nós). Além disso, por meio do discurso, podemos ainda determinar o modo verbal. Mas você sabe o que significa cada uma dessas categorias? Esse é o nosso objeto de estudo neste texto.

  • Categorias verbais

a) Gênero: é possível estabelecer uma relação de gênero (feminino e masculino) com formas nominais do verbo.

Exemplo:

O livro foi encontrado.

A chave foi encontrada.

Veja que há uma relação entre o gênero do objeto e a forma nominal do verbo, por isso, essa categoria é caracterizadora, pois afeta o gênero do participante.

b) Número: essa categoria traz uma noção de quantidade e, por isso, é caracterizadora, afetando o número de participantes.

Exemplo:

Eles compraram uma nova casa.

c) Pessoa: estabelece uma relação entre os participantes do acontecimento e os participantes do ato de fala. É dividida em:

1) primeira pessoa: participa do acontecimento e do ato de fala ao mesmo tempo.

Exemplo:

Eu vou à escola todos os dias.

2) segunda pessoa: é o ouvinte.

Exemplo:

Você deve estudar sempre.

3) terceira pessoa: não participa do ato de fala e também não é o ouvinte. É o objeto do acontecimento comunicado.

Exemplo:

Ele estuda todos os dias.

d) Estado: essa categoria refere-se à qualidade da própria oração, que pode ser expressa em um ato de fala negativo ou afirmativo. Ocorre no imperativo, gerúndio e particípio.

Exemplo:

Não grite comigo!

e) Aspecto: essa categoria refere-se à conclusão ou não do ato verbal, ou seja, é o ponto de vista do comunicante em relação ao comunicado, que pode considerá-la conclusa ou inconclusa. Assim, o aspecto verbal pode ser:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

1) aspecto incoativo: exprime o ato de fala em sua fase inicial.

Exemplo:

João começou a falar.

2) aspecto permansivo: exprime uma menor ou maior extensão de tempo do ato de fala.

Exemplo:

João continua a falar.

João acabou de chegar.

3) aspecto conclusivo: exprime o término daquilo que é comunicado pelo ato de fala.

Exemplo:

Terminei de ler Machado de Assis.

f) Tempo – exprime a relação de tempo do ato comunicado com o momento do ato comunicado. Dessa forma, temos:

  • o presente: encerra esse momento;

  • o passado: expressa o anterior a esse momento;

  • o futuro: expressa o que acontecerá depois desse momento.

g) Voz: exprime a relação entre o acontecimento comunicado e seus participantes.

- voz ativa: o participante do ato de fala é o agente do acontecimento;

- voz passiva: o participante do ato de fala é o objeto do acontecimento.

h) Modo: essa categoria expressa o que o falante pensa do acontecimento, pois pode considerá-lo como incerto, condicionado ou como algo que se exige do agente. Assim, temos:

1) Modo indicativo – expressa certeza

2) Modo subjuntivo – expressa incerteza ou suposição

3) Modo imperativo – expressa mando, pedido ou conselho.

i) Taxis – essa categoria faz relação com dois acontecimentos sem fazer referência ao ato de fala.

Exemplo:

Comer e coçar é só começar.”

j) Evidência – é referência feita pelo falante a outro ato de fala.

Exemplo:

Devíamos ter chegado mais cedo.

Veja que há uma referência a um ato do qual o falante não participou.

Nessa frase, é possível perceber a relação de gênero entre o objeto e o verbo
Nessa frase, é possível perceber a relação de gênero entre o objeto e o verbo
Publicado por: Mariana Rigonatto

Assuntos Relacionados