Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Fonologia
Fonologia
A fonologia representa uma parte da gramática cuja incumbência se define por propósitos específicos

Gestos, símbolos, pinturas, esculturas, entre muitos outros meios, representam formas de linguagem. Contudo, somente materializamos nossas relações pessoais fazendo uso da língua que, no caso, demarca-se pela língua portuguesa. Ela mesma, aquela regida por um sistema de elementos combinatórios e utilizada por uma coletividade.

Assim, dada essa realidade, a seção que você passará a compartilhar a partir deste exato momento tem por finalidade deixá-lo (a) a par de todos os aspectos que nutrem esse processo da linguagem, abordando acerca de importantes aspectos que vão desde o momento em que pensamos em uma determinada palavra, formamos uma imagem mental acerca dela e, em seguida, tornamo-la materializada por meio das letras, fonemas, sílabas e, por fim... as palavras propriamente ditas.

Dessa forma, ao se inteirar de tudo que aqui preparamos para você, saberá por que um determinado vocábulo se classifica como, por exemplo, oxítono, dissílabo, possui tantas letras e tantos fonemas, se é constituído de ditongos, hiatos, tritongos, encontros consonantais, entre uma diversidade de outros aspectos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Outra oportunidade de que também poderá usufruir diz respeito ao fato de se tornar conhecedor (a) de alguns postulados que imprimem ao nosso conhecimento o fato de que precisamos estar aptos para fazer algumas escolhas entre palavras que nos são bem familiares, entre elas:

MORTADELA/ ‘MORTANDELA’

MENDIGO / ‘MENDINGO’

REIVINDICAR / ‘REINVIDICAR’

GRATUITO / ‘GRATUÍTO’

Pois bem, amplos serão os assuntos aqui retratados, que você, em tempo recorde (ou seria ‘récorde’), apreenderá e irá desfrutar de todos eles, é claro, sempre que conveniente for.

Bons estudos é o que desejamos a você, em todas as circunstâncias!!!


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Artigos de "Fonologia"