Hipérbole

“A hipérbole é uma figura de linguagem que consiste em fazer referência a algo de modo exagerado.”

Observe o trecho da música “Epitáfio” da banda Titãs:

Epitáfio

(...)

Devia ter complicado menos

Trabalhado menos

Ter visto o sol se pôr

Devia ter me importado menos

Com problemas pequenos

Ter morrido de amor

(...)

Você percebe como o compositor utiliza-se de um exagero, na frase destacada, para fazer referência a quanto ele deveria ter amado mais? Esse recurso de estilo é uma figura de linguagem chamada de hipérbole, a qual podemos definir da seguinte forma:

Hipérbole: é uma figura de pensamento que manipula intencionalmente o sentido das palavras, provocando alterações no plano semântico. Ocorre quando nos referimos a algo de modo exagerado.

Note como Tião Carreiro e Dino Franco constroem esse mesmo tipo de efeito de sentido exagerado na música a seguir:

Rio de Lágrimas

O rio de Piracicaba.
Vai jogar água pra fora.

Quando chegar a água.
Dos olhos de alguém que chora.
Quando chegar a água.
Dos olhos de alguém que chora.

Lá no bairro que eu moro, só existe uma nascente.
A nascente dos meus olhos, já formou água corrente.

Pertinho da minha casa, já formou uma lagoa.
Com lágrimas dos meus olhos, por causa de uma pessoa.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O rio de Piracicaba.
Vai jogar água pra fora.

Quando chegar a água.
Dos olhos de alguém que chora.
Quando chegar a água.
Dos olhos de alguém que chora.

Eu quero apanhar uma rosa, minha mão já não alcança.
Eu choro desesperado, igualzinho uma criança.

Duvido alguém que não chore, pela dor de uma saudade.
Quero ver quem que não chora, quando ama de verdade.

O rio de Piracicaba.
Vai jogar água pra fora.

Quando chegar a água.
Dos olhos de alguém que chora.
Quando chegar a água.
Dos olhos de alguém que chora.

Veja como os compositores manipulam a linguagem para falar da dor do eu lírico, que chorava tanto de saudade a ponto de o volume de suas lágrimas ser capaz de transbordar o rio de Piracicaba e formar água corrente e uma lagoa. Os autores utilizam-se dessa figura de pensamento para criar o efeito de sentido desejado em seu texto e torná-lo mais poético.

Observe mais alguns exemplos:

Estávamos morrendo de fome.

Já assisti a esse filme mais de mil vezes.

Estou louco de amor por ela.

Uma imagem fala mais do que mil palavras.

Publicado por: Mariana Rigonatto
A Hipérbole faz um exagero quando manipula o sentido das palavras
A Hipérbole faz um exagero quando manipula o sentido das palavras

Assuntos Relacionados