Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Classe de palavras
  4. Verbo
  5. Infinitivo Impessoal e o Uso do Se

Infinitivo Impessoal e o Uso do Se

A propósito: você se lembra dos pressupostos que demarcam o infinitivo impessoal? Caso não, não se preocupe, pois retomemo-los num instante. Infinitivo impessoal diz respeito a uma forma nominal do verbo, cujo aspecto principal reside no fato de não se referir a um sujeito determinado, como ocorre em casos em que ele é flexionado (infinitivo pessoal).

Dessa forma, analisando estes enunciados, tem-se:

Praticar esporte faz bem à saúde.

Ler amplia o conhecimento.

Infringir as leis de trânsito é proibido.

Em todos eles constatamos que o verbo, encontrando-se no seu estado original, atribui-se a uma totalidade de forma genérica, ou seja, não faz referência a esta ou àquela pessoa de forma específica, mas sim a todas elas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Considerados tais pressupostos, vamos nos concentrar acerca do pronome “se” quando esse se revela como índice de indeterminação do sujeito, ora relacionado ao verbo no infinitivo. Para tanto, eis os enunciados em questão:

O momento é excelente para se fazer amizades.
Não é o momento para se dizer besteiras.

Apenas uma ressalva se torna relevante em se tratando do caso em questão: caso o verbo se apresentar como pronominal, o uso do pronome é perfeitamente aplicável, como em:

Arrepender-se dos erros é importante.

O uso do se, salvo em exceções, não é permitido em verbos expressos no infinitivo impessoal
O uso do se, salvo em exceções, não é permitido em verbos expressos no infinitivo impessoal
Publicado por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Assuntos Relacionados