Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Sintaxe
  4. Objeto direto preposicionado

Objeto direto preposicionado

“O objeto direto é o termo que completa o sentido de um verbo transitivo direto e, algumas vezes, pode aparecer preposicionado.”

Como você já deve saber, o objeto direto é aquele termo integrante da oração que complementa o sentido de um verbo transitivo direto. Sabe-se também que ele vem ligado ao verbo sem o auxílio de preposição, não é mesmo? No entanto, existem alguns casos em que essa regra geral não se aplica e o objeto direto aparece preposicionado. São esses casos que analisaremos agora.

O objeto direto pode ser preposicionado nos seguintes casos:

a) Acompanhado de verbos que exprimem sentimentos.

Exemplo:

Não odeio a ninguém.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

b) Para evitar ambiguidade.

Exemplo:

Na copa do mundo, venceram aos brasileiros os alemães.

c) Quando for expresso por pronome pessoal oblíquo tônico.

Exemplo:

Pedro, sua família, nesse dia ensolarado, festeja a ti.

d) Quando for expresso pelo pronome relativo quem.

Exemplo:

A pessoa a quem amo está presente.

e) Quando for o nome próprio “Deus”.

Exemplo:

A igreja orienta que todos amem a Deus.

f) Quando for um pronome substantivo, indefinido ou interrogativo.

Exemplo:

O repórter ofendeu a todos.

g) Quando aparecer antecipado.

Exemplo:

A homem pobre ninguém roube.

Publicado por: Mariana Rigonatto
Em geral, o objeto direto não é antecedido de preposição, mas existem casos especiais em que seu uso é obrigatório
Em geral, o objeto direto não é antecedido de preposição, mas existem casos especiais em que seu uso é obrigatório

Assuntos Relacionados