Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Substantivo
  4. Para que serve o diminutivo?

Para que serve o diminutivo?

O diminutivo na língua portuguesa possui mais funções do que imaginamos. Afinal, o usamos em várias situações, sem mesmo percebermos. Veja só:

a) Mãezinha, traz um copo d’água para mim?
b) Era uma mocinha encantadora.
c) Dá-me um pedacinho bem pequeno.
d) O que você vai fazer para aquele homenzinho?

Observe que cada oração acima tem um sentido próprio: a primeira passa afetividade; a segunda, amabilidade; a terceira, modéstia, reforçada com o seguido “bem pequeno” e a quarta, desprezo.

Vê-se que o diminutivo é muito utilizado para que nos expressemos de diferentes modos. Por isso, não deve ser desconsiderado, mas estudado com cautela, pois muitos não sabem empregá-lo corretamente!

Nem sempre os diminutivos terminam em “inho” ou “inha”, mas também em “eco”, “icha”, “zinha” e “zinho”.

Por ser muito utilizado, devemos ficar atentos ao diminutivo das palavras, especialmente àquelas que causam algumas dúvidas. Vejamos algumas:

Anel: anelzinho
Anéis: aneizinhos
Árvore: arvorezinha
Banho: banhinho ou banhozinho
Barba: barbinha ou barbicha
Bolsa: bolseta, mas prefira dizer, bolsinha
Chuva: chuvinha ou chuvazinha
Colher: colherzinha, colherinha
Devagar: devagarinho ou devagarzinho
Foto: fotinho (sim, é dessa forma!)
Flor: florzinha
Flores: florzinhas ou florezinhas
Ilha: ilhinha ou ilhazinha
Livro: livrozinho ou livrinho
Luz: luzinha
Menino: meninozinho, menininho
Moto: motinho (estranho, não? Mas é verdade!)
Mulher: mulherzinha ou mulherinha
Pão: pãozinho
Pães: pãezinhos
Papel: papelzinho ou papelinho
Rapaz: rapazinho
Texto: textinho ou textozinho
Voz: vozinha

Lembre-se que para dar entonação depreciativa, use “eco” ou “inho”, “inha”: livreco, jornaleco, essa patricinha, esse doutorzinho, etc.

Há muitos outros diminutivos, mas em geral, estes são os que mais causam equívocos.
Porém, os que podem causar maior estranheza são “fotinho” e “motinho”. Isso se deve ao fato de, apesar de serem vocábulos femininos e redução de fotografia e motocicleta, o morfema “inho” conserva o “a” ou “o” do final dos termos. Logo, nos casos de “moto” e “foto”, teremos motinhO e fotinhO, muito pouco usados, mas muito questionados.

Contudo, moto e foto não deixam de ser termos femininos: a moto, a foto!

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Veja mais!

Plural  - Alguns plurais que causam dúvidas.

Publicado por: Sabrina Vilarinho

Assuntos Relacionados