Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Classe de palavras
  4. Pronomes
  5. Pronomes oblíquos átonos

Pronomes oblíquos átonos

Os pronomes oblíquos átonos são elementos que desempenham função sintática de complemento.

Os pronomes oblíquos átonos são: me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes
Os pronomes oblíquos átonos são: me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes

Os pronomes desempenham três funções em nossa língua:

  • são empregados no lugar do nome: O rapaz nem disse nada. Ele apenas saiu da sala.

  • fazem referência ao nome: O professor que me ensinou isso faz falta aqui no colégio.

  • acompanha o nome e qualifica-o de alguma forma: Esse menino não tem jeito mesmo.

Além das funções básicas que os pronomes possuem, eles podem ser classificados em: pronomes pessoais, pronomes possessivos, pronomes demonstrativos, pronomes interrogativos, pronomes relativos, pronomes indefinidos, pronomes adjetivos e pronomes substantivos.

Hoje o Mundo Educação preparou um texto para definir e exemplificar o uso de um dos tipos de pronomes pessoais: os pronomes oblíquos átonos.

Os pronomes oblíquos átonos são aqueles que desempenham função sintática de complemento. São eles: me, te, se, o, os, a, as, lhe, lhes, nos e vos.

As modalidades dos pronomes oblíquos átonos

1) -lo, -la, -los, -las

Quando os verbos apresentarem as terminações -r, -s ou -z, os pronomes o, os, a, as assumirão as formas -lo, -la, -los, -las:

Poderíamos comprá-los.
O dever de casa, Carlos fê-lo com atenção.

Buscamo-la logo após à nossa chegada.

2) -no, -na, -nos, -nas

Quando as terminações são ditongos nasais (-ão, -õe(m), -am, -em), os pronomes o, os, a, as assumem as formas -no, -na, -nos, -nas:

Façam-na falar!
As cadeiras, põe-nas em ordem.

Isso eles dão-nos com frequência.

Colocação pronominal

O que nos auxiliará a estudá-los e classificá-los é a posição que eles ocupam em relação ao verbo a que fazem referência. Essa característica pode apresentar-se de três formas:

  • próclise: quando o pronome está antes do verbo - Eles não me incomodam.

  • ênclise: quando o pronome está depois do verbo - Amem-se uns aos outros.

  • mesóclise: quando o pronome está no meio do verbo - Procurar-me-iam caso precisassem.

Quando cada uma dessas colocações é empregada?

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Próclise

1. Palavras negativas: nem, não, nunca, jamais, ninguém, nada, de modo algum etc.

Isso nem me perturbou.
Isso não me perturbou.
Isso nunca me perturbou.
Isso jamais me perturbou.
Ninguém me perturbou.
Nada me perturbou.
De modo algum me perturbarei com isso.

2. Conjunções subordinativas: que, se, porque, conforme, embora, logo, quando etc.

Quando me lembro daquelas férias, fico muito feliz.
Não é necessário que o leve agora.
Embora me entristeça, este resultado não vai me impedir de continuar.
Ele falou tudo errado porque me esqueci de trazer o roteiro.
Conforme me lembrava, eu ia anotando.

3. Advérbios: aí, aqui, lá, já, sempre etc.

Aqui se aprende com qualidade.
E me disseram coisas absurdas.
Sempre lhe levavam com eles?

4. Pronomes: relativos, interrogativos, indefinidos, demonstrativos etc.

O rapaz que lhe mostrou isso é um mentiroso.
Quem lhe contou isso?
Todos lhe apoiaram durante a tragédia.

5. Frases interrogativas diretas e indiretas.

Quanto lhe custou esse som?
Diga-me quem lhe deu isso.

6. Frases exclamativas e optativas.

Quem me dera!
Que Deus lhe dê força para passar por isso!

7. Com gerúndio precedido da preposição em.

Em se tratando de música, ele é o cara.

8. Orações com inversão sintática.

Forte me pareceu sua opinião.

Ênclise
As situações em que a ênclise é uma opção são:

1. Verbo no infinitivo.

Deve lembrar-se de hoje.
Poderia entregar-lhes as contas ainda hoje.

2. Com o verbo no início da frase.

Contaram-me tudo.

3. Com o verbo no gerúndio.

Saiu machucado, deixando-nos aterrorizados.

4. Com o verbo no imperativo.

Meninos, calem-se!

Mesóclise

Nos tempos verbais: futuro do presente e futuro do pretérito no modo indicativo.

Os ovos de páscoa, comprá-los-ei depois da páscoa. (futuro do presente)
Comprá-los-ia se eu tivesse mais dinheiro. (futuro do pretérito)

Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados