Semana retrasada

Semana retrasada fizemos um passeio inesquecível...

Pois bem, defrontamo-nos com uma expressão da qual cotidianamente fazemos uso. Assim como muitas outras, essa expressão assume um significado que não condiz com a realidade, simplesmente porque não nos damos conta de que a empregamos de forma incorreta. Elas se incorporaram ao nosso vocabulário, tornando-se populares.

Nesse sentido, a finalidade do artigo que ora se evidencia prima-se por ressaltar algumas questões voltadas para este caso, haja vista que se trata de um equívoco relacionado a aspectos semânticos (relativos ao significado que as palavras apresentam).

A questão é que ao proferir o vocábulo “retrasada”, esses aspectos semânticos se manifestam, caso o intento retratado mediante tal enunciação fosse o de fazer referência à semana anterior à passada. Contudo, tendo em vista a linguagem padrão, a ela devemos atribuir a qualidade de atrasada, não de retrasada, mesmo que a princípio possa nos soar um pouco estranho.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Assim, com base nesse princípio, ocupemo-nos em aprender alguns conceitos:

Última semana antes da atual = passada

Semana anterior à passada = atrasada

Falta-nos compreender as circunstâncias em que devemos aplicar a expressão “retrasada”. A bem da verdade, será mesmo que ela existe?

Obviamente que sim, pois sua utilização deve se dar quando a intenção do emissor se referir àquela semana anterior à atrasada. Dessa forma, tendo em vista questões cronológicas, podemos perfeitamente nos pautar em exemplos desta natureza:

Semana retrasada fizemos um passeio inesquecível.

Semana retrasada faz referência àquela semana anterior à atrasada
Semana retrasada faz referência àquela semana anterior à atrasada
Publicado por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Assuntos Relacionados