Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Substantivo
  4. Substantivos compostos: uso ou não do hífen

Substantivos compostos: uso ou não do hífen

Uma das atribuições conferidas ao emprego do hífen se refere aos substantivos compostos. Dessa forma, dadas as convenções prescritas pela gramática, uma vez um tanto quanto complexas, muitos são os questionamentos por parte dos usuários acerca desse assunto.

Em face de tal realidade, ocupemo-nos em estabelecer familiaridade com os aspectos que demarcam esse assunto, sempre tendo em vista que as regras existem, mas que a ocorrência de algumas exceções também representa fator de ordem.

Explicaremos, portanto, o uso ou não do hífen em substantivos compostos, uma vez constituídos pela junção entre substantivos + adjetivos e entre substantivos + substantivos. Veja:

secretário executivo – diretor administrativo – secretária adjunta...

O que se pôde atestar foi que todos os compostos se constituem de substantivo + um adjetivo, cuja união não forma um novo vocábulo, haja vista que os adjetivos “executivo”, “administrativo” e “adjunta” não perdem seu sentido literal, diferentemente do que ocorre em cachorro-quente, por exemplo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Assim, cabe ressaltar que quando o emprego do adjetivo não confere um novo sentido à palavra formada, não se faz necessário o uso do hífen.

Vejamos os exemplos demarcados por:

licença-maternidade – vale-transporte –tíquete-refeição, editor-chefe – diretor-presidente...

Inferimos que agora o uso do hífen se fez evidente em virtude de que, como resultado da união dos compostos formados por substantivo + substantivo, obteve-se um novo composto, com sentido único.

O uso ou não do hífen em substantivos compostos se deve a fatores específicos, todos de ordem linguística
O uso ou não do hífen em substantivos compostos se deve a fatores específicos, todos de ordem linguística
Publicado por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Assuntos Relacionados