Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. História do Brasil
  3. Brasil Colônia
  4. Governo de Tomé de Sousa

Governo de Tomé de Sousa

Mediante o insucesso do sistema de capitanias hereditárias, o rei português Dom João III resolveu tomar uma medida que pudesse viabilizar o processo de colonização do Brasil. Na época, entre as décadas de 1530 e 1540, os donatários encontravam enormes dificuldades para proteger duas capitanias, promover atividades econômicas lucrativas e responder contra a resistência dos índios. Foi então que, em 1549, um decreto da Coroa Portuguesa nomeava Tomé de Sousa como o primeiro governador-geral do Brasil.

Tendo laços com a nobreza lusitana, Tomé de Sousa era filho ilegítimo da união ocorrida entre Dom João de Sousa e dona Mércia Rodrigues de Faria. Na década de 1530, já envolvido com as expedições marítimas portuguesas, Tomé de Sousa participou de expedições militares no norte da África. No ano de 1536, recebeu título e compensações financeiras do governo português mediante os serviços prestados à Coroa. Três anos depois, recebeu o título de cavaleiro pelos feitos militares em Ceuta.

Chegando ao Brasil em março de 1549, Tomé de Sousa ocupou o posto de governador- geral junto a uma tropa composta por mil homens. Fixando-se na Baía de Todos os Santos, realizou a fundação da cidade de Salvador, considerada a primeira capital do Brasil. Nesse mesmo tempo, criou os cargos de capitão-mor, ouvidor-mor e provedor-mor. Todos estes, incumbidos de auxiliar nas ações administrativas, militares e judiciais da colônia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Logo em seguida, mostrando a cooperação entre Estado e Igreja, criou o primeiro bispado do Brasil, chefiado por Dom Pero Fernandes Sardinha. Já em sua chegada à colônia, Tomé de Sousa trouxe uma leva de padres jesuítas destinados à conversão religiosa dos nativos. Além disso, preocupou-se com a dinamização do processo colonizador ao realizar a fundação de câmaras municipais e incentivar a plantação de cana-de-açúcar pelo território.

No ano de 1553, se dirigiu até à capitania de São Vicente com o intuito de fortalecer as atividades econômicas da região e combater a ação dos corsários europeus. Nesse tempo, realizou a fundação da vila de Itanhaém e organizou a construção de um forte na região de Bertioga. Nesse mesmo ano, retornou à Portugal e repassou as suas funções de governador-geral para Duarte da Costa.

Por Rainer Sousa
Mestre em História
Equipe Mundo Educação

Publicado por: Rainer Gonçalves Sousa
Tomé de Sousa foi o primeiro a assumir o cargo de governador-geral do Brasil.
Tomé de Sousa foi o primeiro a assumir o cargo de governador-geral do Brasil.

Assuntos Relacionados