Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. História do Brasil
  3. Brasil Atual
  4. Primeiro Governo de Fernando Henrique Cardoso

Primeiro Governo de Fernando Henrique Cardoso

O início da década de 1990 no Brasil foi marcado por importantes acontecimentos no campo político e econômico. O governo de Fernando Collor, por exemplo, foi interrompido por um processo de impeachment. Itamar Franco, que era vice-presidente na época, assumiu o governo e ficou no comando de 1992 até 1994, quando, através do processo eleitoral, os brasileiros elegeram Fernando Henrique Cardoso para a presidência entre os anos de 1995 a 1998.

FHC, como foi chamado o presidente eleito, em 1994, possuía grande experiência política, uma vez que foi o criador do Plano Real quando ainda era ministro da fazenda no governo Itamar. Ao assumir a presidência, concentrou suas atenções na economia brasileira para organizar politicamente o país e diminuir os altos índices de desempregos gerados nos governos anteriores.

Entre as principais medidas políticas do governo FHC destacou-se a privatização de empresas públicas brasileiras com o objetivo de controlar o processo inflacionário. Assim, estatais como o Sistema Telebrás (empresa de Telecomunicações) e a Companhia Vale do Rio Doce (empresa do setor de mineração e siderurgia) foram negociadas com empresários do setor privado a fim de estabilizar a economia brasileira.

Partidos políticos como o PT, PDT e PSB questionaram duramente a política de privatização das empresas nacionais. Líderes partidários através da oposição tentaram mostrar que a venda de grandes empresas públicas era realizada para fins corruptivos e prejudicaria o crescimento econômico brasileiro. Luiz Inácio Lula da Silva e Leonel Brizola foram as figuras da esquerda política que mais demonstraram oposição ao governo de FHC.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Além dos partidos de oposição, o governo brasileiro enfrentou outros sérios problemas. As revoltas no campo realizadas por integrantes do Movimento dos trabalhadores Sem Terra (MST), reivindicando a reforma agrária, foram movimentos oposicionistas à política do presidente brasileiro. O confronto na região de Corumbiara no Estado de Rondônia e o de Carajás no Pará foram os mais violentos. Camponeses, que exigiam a distribuição de terras improdutivas, entraram em choque com as forças policiais, que pretendiam impedir a invasão de áreas particulares.

Mesmo com sua política de privatização e a oposição de movimentos como o MST, o governo brasileiro conseguiu em 1997 aprovar uma emenda constitucional permitindo o direito de reeleição do presidente, dos governadores dos estados e dos prefeitos. O controle da inflação e a estabilidade do Plano Real, que foram os carros-chefes da política de FHC, favoreceram mais uma vitória nas urnas, levando Fernando Henrique a seu segundo governo, que foi entre os anos de 1999 a 2002.

*Créditos de imagem: A. Einsiedler e Shutterstock.com

FHC, além de criador do plano real, foi presidente brasileiro por dois mandatos.*
FHC, além de criador do plano real, foi presidente brasileiro por dois mandatos.*
Publicado por: Fabrício Barroso dos Santos
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados