Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. História Geral
  3. Idade Moderna
  4. Ascensão do Império Otomano

Ascensão do Império Otomano

A ascensão do Império Otomano ocorreu entre os séculos XIV e XV, na região da Anatólia, ou Ásia Menor, a partir de constantes guerras contra o Império Bizantino.

Acima, emblema do Império Otomano *
Acima, emblema do Império Otomano *

Sabe-se que o Império Otomano foi um dos mais duradouros e poderosos impérios da história da humanidade. Esse império teve início em 1299 e só entrou em declínio após a Primeira Guerra Mundial, no início da década de 1920. Sabemos também que, apesar de não ter sido fundado por árabes, a sua característica principal foi a de ter sido uma potência muçulmana intercontinental. Mas como ocorreu a ascensão desse império? Bem, para compreendermos esse acontecimento, é necessário saber um pouco sobre a história dos povos turcos e como eles se converteram ao islamismo.

Os turcos pertencem a um grupo etnolinguístico de povos nômades, que migraram do extremo norte do continente asiático em direção ao sudeste asiático, bem como em direção ao Oriente Médio e à região do Cáucaso. No Oriente Médio, por volta do século IX, quando a civilização islâmica estava em plena expansão, os turcos entraram em contato com os árabes islamizados e, progressivamente, foram sendo convertidos ao Islã.

Esses turcos islamizados desenvolveram uma dinastia específica dentro do Islã, conhecida como seljúcida. Os seljúcidas criaram um califado no Oriente Médio, com sede em Bagdá, ao qual estiveram vinculados muitos sultanatos islâmicos. O grande líder seljúcida foi Tughril, que governou de 1037 a 1063. Os sultanatos dos seljúcidas espalhavam-se pelos três continentes do mundo antigo: o asiático, o europeu e o africano. Um desses sultanatos foi fundado no fim do século XIII, no ano de 1299, na região da Anatólia (ou Ásia Menor), atual Turquia. O criador desse sultanato chamava-se Osman de Sogut (1280-1326).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A dinastia de Osman ficou conhecida pelo nome de Osmanli, em turco, ou Othman, em árabe. Daí deriva a expressão “otomano”, que ficou associada ao império construído por tal dinastia. No século XIV, os otomanos (ou turcos-otomanos) conseguiram promover intensas campanhas militares na região do Cáucaso e na Ásia Menor, tendo como alvo principal o Império Bizantino, cuja sede era Constantinopla. Em pouco tempo, grande parte das cidades que antes estavam sob influência bizantina passou para o domínio otomano.

No século XV, sob a liderança do sultão Mehmed II, os otomanos conseguiram invadir e subjugar Constantinopla, que caiu em 1453 e foi convertida em capital otomana, tendo seu nome mudado para Istambul (o qual permanece até hoje). A partir de Constantinopla, os sucessores de Mehmed II conseguiram criar um império intercontinental e logo se proclamaram califas (líderes máximos espirituais) de todo o mundo islâmico, que passou a ser por eles controlados nos quatro séculos que se seguiram.

*Créditos da imagem: mdgn / Shutterstock.com

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados