Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. História Geral
  3. Idade Moderna
  4. Absolutismo
  5. Crise do absolutismo e do mercantilismo

Crise do absolutismo e do mercantilismo

No decorrer do século XVIII, o absolutismo e o mercantilismo (sistema político e econômico que causou a expansão marítima e a exploração colonial) sofreram uma forte crise em razão da ascensão dos ideais propagados pelos intelectuais iluministas (principalmente o Liberalismo político e econômico).

O absolutismo, no âmbito da política, configurou-se como sistema político que considerava o poder real como tendo uma origem divina. Na economia, o sistema mercantilista embargou a produção e o crescimento da produção dos principais países europeus que haviam passado pelo processo de industrialização (França e Inglaterra).

Juntamente com a ascensão iluminista, cresceu o descrédito ao absolutismo. O filósofo francês Voltaire (1694-1778), por exemplo, era um árduo crítico à ideia do direito divino dos reis. Ele defendia limites ao poder do monarca e contestava a autoridade do clero.

No mercantilismo, a burguesia angariava novos mercados para a venda de seus produtos industrializados, isto é, ela desejava obter liberdade comercial, acabando, assim, com a exclusividade comercial, com o sistema de monopólios e com o Pacto Colonial, próprios da economia mercantilista.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Naquele contexto histórico, com a ascensão das ideias iluministas e da industrialização, o mercantilismo se constituiu como obstáculo ao progresso das atividades econômicas, ou seja, ao desenvolvimento econômico das nações.

A principal proposta de rompimento com o absolutismo monárquico partiu do aristocrata, jurista e filósofo francês Montesquieu (1689-1755). Na sua obra, o Espírito das Leis, ele defendeu e formulou a teoria da distinção e da separação de poderes em Executivo, Legislativo e Judiciário, fato que distinguiu as democracias contemporâneas tendo como marco inicial a independência dos Estados Unidos.

Contudo, no século XVIII as formas de governar pautadas no absolutismo e os princípios econômicos baseados no mercantilismo foram questionados pelo movimento que ascendia naquele contexto: o iluminismo. Somente no final do século XVIII, o mercantilismo e o absolutismo entraram um uma crise sem retorno e foram substituídos pelo liberalismo político e econômico.

O absolutismo e o poder divino dos reis X ideias iluministas
O absolutismo e o poder divino dos reis X ideias iluministas
Publicado por: Leandro Carvalho
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados