Holocausto

O Holocausto consistiu no genocídio de cerca de seis milhões de pessoas promovido pelos nazistas. Grande parte dessas pessoas era de origem judaica.

Holocausto
Acima é possível ler a inscrição irônica no portão do campo de concentração de Auschwitz: “Arbeit macht frei” (O trabalho liberta)

Holocausto é o termo em hebraico reservado à significação do sacrifício animal que era oferecido a Deus no Antigo Testamento. Entretanto, esse termo, após o fim da Segunda Guerra Mundial em 1945, recebeu uma nova acepção: associa-se diretamente ao genocídio perpetrado pelo Nazismo contra a população judaica de países europeus, como Alemanha, Polônia e Holanda.

Além de judeus, também foram para os campos de concentração, como o da cidade de Auschwitz (um dos maiores), na Polônia, comunistas, poloneses, ciganos, deficientes físicos, povos de etnias eslavas, entre outros. Nesses campos, essas pessoas eram obrigadas a executar trabalhos forçados até o exaurimento. Depois eram terminantemente “descartadas” e encaminhadas às câmaras de gás venenoso, sendo posteriormente cremadas em centenas de fornos, que tinham a função de “apagamento total” dos indivíduos.

Os campos eram separados de acordo com o sexo das pessoas. Havia campos femininos e campos masculinos. Para ambos seguiam vagões de trens abarrotados com pessoas destinadas ao extermínio. Ao chegarem aos campos, a primeira medida das SS (forças militares especiais nazistas), encarregadas de gerenciar os campos, era destituir as pessoas de toda a sua dignidade, raspando-lhes os cabelos, despindo-as, uniformizando-as e marcando-as com um número de identificação prisional – número esse que lhes retirava a individualidade contida no nome próprio de registro e batismo, reduzindo-as a simples números, ao estado meramente animal desumanizado.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ao todo, computa-se que seis milhões de pessoas tenham morrido nos campos de concentração nazistas. A ideologia que orientou a perseguição, confinamento e extermínio dos judeus era o antissemitismo, isto é, a aversão aos descendentes de Sem, filho de Noé (segundo a Bíblia), que, para os nazistas, eram considerados uma raça inferior e responsável pela degradação moral e econômica da Europa e, em especial, da Alemanha. Toda uma política de propaganda maciça foi elaborada pelo governo de Hitler para persuadir a população alemã da causa antissemita. Para tanto, foi erigida a chamada linguagem do Terceiro Reich.

O holocausto figura entre os acontecimentos mais catastróficos e nefastos já praticados pelo ser humano ao longo de sua existência na Terra. No século XX, a prática do genocídio não se restringiu apenas àquele cometido pelos nazistas. Antes desse, houve o genocídio dos armênios, promovido pelo Império Turco-Otomano, e o chamado holodomor, genocídio dos ucranianos promovido pelo Stalin.

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados