Ariano Suassuna

Fundador do Movimento Armorial que teve início nos anos 70, Ariano Suassuna defendia a junção entre o erudito e os elementos da cultura popular nordestina.

Tenho duas armas para lutar contra o desespero, a tristeza e até a morte: o riso a cavalo e o galope do sonho. É com isso que enfrento essa dura e fascinante tarefa de viver.”

Ariano Suassuna

Ariano Suassuna é, certamente, um dos grandes nomes da Literatura brasileira. Antes de ser brasileiro, o escritor, dramaturgo e poeta foi, sobretudo, nordestino, um dos maiores responsáveis por difundir a cultura da região Nordeste no país. Ariano defendeu sua identidade cultural e, com maestria, soube unir dois elementos até então díspares: o erudito e a cultura popular nordestina. Da fusão desses dois elementos, nasceu aquele que ficaria conhecido como Movimento Armorial, que incluiu diferentes tipos de arte, como música, dança, teatro e arquitetura.

Ariano Suassuna nasceu no dia 16 de junho de 1927 na então Nossa Senhora das Neves, hoje João Pessoa, capital do estado da Paraíba. Seu pai, João Suassuna, um influente político, foi assassinado no Rio de Janeiro, acusado de ter sido mandante do assassinato de João Pessoa, então presidente da Paraíba (hoje cargo equivalente ao de governador). Apesar de ter alegado inocência, sua vida não foi poupada, fato que marcou bastante a vida de Ariano, que jamais se referia à capital da Paraíba por seu atual nome em decorrência desse trágico episódio.

Ingressou na Faculdade de Direito em 1942, um ano após a morte do pai. Nesse período, Suassuna escreveu suas primeiras peças para teatro, encenadas no Teatro do Estudante de Pernambuco, fundado por ele e por seu amigo Hermilo Borba Filho. Enquanto se dedicava às suas peças, exercia também o ofício no qual se formara, abandonando-o posteriormente, em 1957. Nesse mesmo ano, Ariano tornou-se professor dos Departamentos de História e de Teoria da Arte e Expressão Artística da Universidade Federal do Pernambuco, onde atuou como docente por 31 anos (1957-1989). Em 1995, recebeu o título de Professor Emérito da instituição.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Suassuna escreveu peças e livros de ficção. Ficou nacionalmente conhecido com a peça “Auto da Compadecida”, que ganhou uma versão para cinema em 1999*

Escreveu diversas peças, entre elas “Uma mulher vestida de sol”, “Cantam as harpas de Sião”, “Os homens de barro”, “Auto de João da Cruz” e “Auto da Compadecida”, certamente a obra mais famosa de Ariano e considerada pelo teórico e crítico teatral Sábato Magaldi como o texto mais popular do moderno teatro brasileiro. Entre suas obras de ficção, figuram “Fernando e Isaura”, “Romance d' A pedra do reino e o príncipe do sangue vai-e-volta”, “As infâncias de Quaderna” e “História d' O rei degolado nas caatingas do sertão”. Considerado como integrante do movimento modernista da geração de 45, reuniu em sua obra diferentes movimentos, entre eles o simbolismo, o barroco e a literatura de cordel, uma das maiores expressões literárias do Nordeste.

Por entender a arte como uma espécie de missão, Ariano ministrava suas “aulas-espetáculo” em teatros e universidades de todo o país, quando defendia a cultura brasileira e a identidade nacional contra tudo aquilo que chamava de “lixo cultural”. O escritor faleceu aos 87 anos de idade, no dia 23 de julho de 2014, em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral, em Recife, Pernambuco, deixando a esposa Zélia e seis filhos.

_________________

* A imagem que ilustra o artigo é capa do periódico “Cadernos de Literatura Brasileira”, do Instituto Moreira Salles.

** A imagem que ilustra o miolo do artigo foi feita a partir de capas de livros do escritor Ariano Suassuna.

Ariano Suassuna, que nasceu em 1927, na Paraíba, faleceu no ano de 2014, aos 87 anos, na cidade de Recife.*
Ariano Suassuna, que nasceu em 1927, na Paraíba, faleceu no ano de 2014, aos 87 anos, na cidade de Recife.*
Publicado por: Luana Castro Alves Perez
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados