Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Matemática
  3. Equação
  4. Condições de uma Inequação do 2º grau

Condições de uma Inequação do 2º grau

Inequação do 2º grau na variável x é uma expressão matemática de desigualdade escrita nas seguintes formas redutíveis:

ax² + bx + c > 0
ax² + bx + c < 0
ax² + bx + c ≥ 0
ax² + bx + c ≤ 0

onde a, b e c pertencem ao conjunto dos números reais e a ≠ 0.

A obtenção do conjunto solução das inequações deve ser determinado de acordo com o sinal de cada função. A seguir determinaremos o estudo do sinal de algumas funções.

Exemplo 1
x² – 6x + 8 < 0
∆ = 4 (duas raízes distintas)

x’ = 2
x” = 4

Estudando o sinal da função y = x² – 6x + 8, que possui a > 0. Observe o gráfico:




y < 0 → 2 < x < 4
y = 0 → x = 2 ou x = 4
y > 0 → x < 2 ou x > 4

De acordo com o sinal de desigualdade da inequação, o conjunto solução é: S = {x Є R / 2 < x < 4}.


Exemplo 2
x² – 6x + 9 > 0
∆ = 0 (uma única raiz real)

x’ = x” = 3

Estudando o sinal da função y = x² – 6x + 9, com a > 0. Veja o gráfico:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)



y > 0 → x ≠ 3
y < 0 → não existem valores
y = 0 → x = 3

Portanto, o conjunto solução da inequação é: S = R – {3}


Exemplo 3
–3x² – 2x – 1 ≥ 0
∆ = – 8 (não possui raízes reais)





Nesse caso, a parábola não intercepta o eixo x, portanto não possui raízes reais. Dessa forma concluímos que o conjunto solução é: S = Ø.


Exemplo 4
–x² –3x – 2 ≤ 0
∆ = 1 (duas raízes reais e distintas)

x’ = –1 ou x” = –2

Estudando o sinal da função y = –x² – 3x – 2, com a < 0. Observe o gráfico:



y ≥ 0 → –2 ≤ x ≤ –1
y = 0 → x = –2 ou x = –1
y ≤ 0 → x ≤ –2 ou x ≥ –1

Publicado por: Marcos Noé Pedro da Silva

Assuntos Relacionados