Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Política
  3. Lavagem de dinheiro

Lavagem de dinheiro

Lavagem de dinheiro
Lavagem de dinheiro é o processo de disfarçar (lavar) um dinheiro de origem ilícita.
Basicamente, lavagem de dinheiro ou branqueamento de capitais (Portugal) é a prática econômico-financeira de fazer com que uma quantidade de dinheiro ilegal pareça legal. O termo é proveniente da expressão inglesa money laundering, aparecida pela primeira vez no jornal inglês "Guardian" e popularizada nos anos 1970, no Caso Watergate. O nome “lavagem de dinheiro” foi dado devido ao fato de que, o objetivo da prática é camuflar, disfarçar o dinheiro ilícito (sujo), em outras palavras, lavá-lo.

Com a globalização e a internacionalização da economia, a lavagem de dinheiro se tornou um método bastante utilizado por traficantes de drogas, estelionatários, políticos corruptos, funcionários públicos, membros de quadrilhas, terroristas e golpistas. O processo de lavagem de dinheiro possui, basicamente, três etapas.

A Colocação consiste no depósito do dinheiro ilegal em uma instituição financeira. Essa é a fase mais arriscada do processo, visto que grandes quantias de dinheiro chamam bastante a atenção, além disso, os bancos são obrigados a declarar esses tipos de transações. A Ocultação é a etapa onde o dinheiro é transferido para diversas contas, inclusive no exterior, e usado para fazer compras; tudo isso com o fim de dificultar ao máximo, o rastreamento e as investigações. A última etapa é a integração, onde o dinheiro é reincorporado a uma empresa ou algum agente como se fosse de origem legal.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Na maioria das vezes, os golpistas usam contas em paraísos fiscais, como Bahamas, Bahrain, Ilhas Cayman, etc. Isso ocorre pelo fato de que nesses países existem leis de sigilo bancário (contas offshore), assim, é permitida a movimentação bancária anônima, facilitando muito o processo de lavagem de dinheiro.

Assuntos Relacionados