Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Psicologia
  3. Distimia

Distimia

Distimia
Irritação e mau-humor são características do problema.
A distimia é uma desordem psicológica caracterizada pela depressão crônica com leves sintomas, sendo que o principal deles é o mau humor. A diferença entre uma pessoa com distimia e uma depressiva é que o distímico continua a sua rotina, só que reclamando de todas as coisas, enquanto o depressivo se firma em locais onde possa ficar prostrado.

Entre os sintomas da desordem, pode-se destacar: irritabilidade, baixa auto-estima, desânimo, desmotivação, pensamento suicida, agressividade, perda ou amento do apetite, insônia, fadiga, desconcentração, autocrítica entre outros. Acredita-se que existem ligações entre a distimia e possíveis desequilíbrios em neurotransmissores do cérebro que trabalham diretamente com o humor.

Apesar de acometer cerca de 180 milhões de pessoas no mundo, o problema é pouco diagnosticado, pois as pessoas que a possui tendem a pensar que seus sintomas fazem parte de sua personalidade. Normalmente a desordem inicia-se na infância, apresentando características de criança briguenta, mal-humorada e isolada das demais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A patologia é diagnosticada quando existem ao menos dois anos com sintomas. A tendência ao problema é maior em mulheres, nelas as chances dobram, fato que se justifica com a variação hormonal que ocorre no organismo feminino.

Ao confirmar o estado patológico, o tratamento deve ser feito com psicoterapias e antidepressivos num período prolongado para melhores efeitos. Apesar dos distímicos não gostarem de tomar remédios, esses são os melhores tratamentos.