Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Psicologia
  3. Síndrome da pressa

Síndrome da pressa

Síndrome da pressa
A pressa pode comprometer o psicológico de um indivíduo.
A síndrome da pressa é um problema psicológico e comportamental que acontece com várias pessoas da atualidade. As pessoas costumam dizer que 24 horas é pouco tempo para realizar tantos afazeres, porém, como já dizia: “Quem tem pressa como cru”. As características típicas da síndrome são: tensão, hostilidade, impaciência ao esperar, valorização da quantidade e desvalorização da qualidade, sono agitado, inadmissão a atrasos, busca por substâncias que controlam as emoções, interrupção da fala de terceiros, passos rápidos e outros.

Diretamente ligada ao estresse e ao corre-corre diário, a síndrome da pressa altera:
- o convívio com outras pessoas, já que é sempre apressada na realização de suas tarefas;
- a saúde do indivíduo, já que não consegue se alimentar com calma, isso quando se alimenta;
- o trabalho, já que assume muitas responsabilidades e delega poucas coisas a terceiros; entre outras áreas afetadas.

A síndrome da pressa não é reconhecida e nem classificada na psiquiatria, porém é conhecida e estudada desde 1980. Desde os primeiros estudos são detectadas alterações na auto-estima e na confiança do apressado, pois normalmente busca realizar uma quantidade de tarefas fantasiosas, ou seja, quase impossível. Dessa forma, os sentimentos de frustração, autocobrança e incapacitação podem acarretar em outros problemas mais graves.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A mudança da rotina é a única forma de inibir a síndrome da pressa, já que essa ainda não tem tratamento específico, a não ser se estiver ligada à ansiedade ou a altos níveis de estresse. Para melhorar a qualidade de vida e conseguir dar uma freada na pressa é importante relaxar com músicas leves, observar a natureza, dedicar-se mais à família, realizar tarefas fora do contexto diário, organizar as tarefas diárias priorizando as mais importantes, dormir no mínimo oito horas e alimentar-se de maneira saudável.

Assuntos Relacionados