Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Curiosidades Químicas
  4. Ácido fólico: essencial na gravidez

Ácido fólico: essencial na gravidez

O ácido fólico, também conhecido como vitamina B9, é muito popular entre grávidas. Mulheres que pensam em engravidar já devem se preocupar com os níveis deste ácido no organismo. Durante o primeiro mês de gestação, o ácido fólico já se revela importante, ele é essencial para evitar má formação do tubo neural do feto (espinha bífida). Por isso, é recomendável àquelas mulheres que pretendem engravidar, que façam uso de doses diárias (400 mcg) de ácido fólico antes da concepção.

A doença conhecida como “espinha bífida” se caracteriza pela exposição da medula espinhal, podendo esta então ser danificada levando a uma paralisia dos membros inferiores. A ingestão de ácido fólico previne também a anencefalia, que é a falha no desenvolvimento do cérebro do bebê.
A ingestão de ácido fólico proporciona ainda outros benefícios para as grávidas: diminui os sintomas de enjoos e náuseas durante o primeiro trimestre de gravidez, diminui a incidência de partos prematuros, e ajuda a melhorar o leite materno. E as vantagens de ingerir tal ácido são também para adultos, a presença da vitamina B9 é essencial em processos metabólicos, síntese de ácidos nucleicos, formação do sangue e componentes celulares como: DNA, metionina, aminoácidos.

Além dos suplementos vendidos em farmácias, você pode ainda apelar para alimentos ricos em ácido fólico natural: fígado, espinafre, amendoim, chicória, melão, nozes, castanha, ervilha, cogumelos, entre outros.

O ácido fólico sintético é produzido em laboratório através da reação da pteridina, ácido glutâmico e ácido p-aminobenzoico, esses são componentes moleculares do ácido fólico. A síntese dá origem a cristais amarelo-escuros correspondentes ao ácido fólico no estado puro.
Proteja seu bebê durante a gravidez.
Proteja seu bebê durante a gravidez.
Publicado por: Líria Alves de Souza

Assuntos Relacionados