Acrilamida

A acrilamida é uma substância que apresenta como principal função originar o polímero poliacrilamida.

A acrilamida é uma substância orgânica do grupo das amidas que passou a ser produzida industrialmente a partir de 1950 em prol da formação do polímero poliacrilamida.

A poliacrilamida é um hidrogel utilizado no tratamento de águas residuais, já que consegue aumentar a densidade dos flóculos (aglomerados de partículas sólidas de impurezas), facilitando, assim, a realização da decantação desses materiais.

A formação da acrilamida ocorre por meio da reação química entre a acrilonitrila e a água. Nessa reação, as duas ligações pi localizadas entre o carbono e o nitrogênio são rompidas. Com isso, tanto o carbono quanto o nitrogênio realizam duas novas ligações. Essas ligações são realizadas da seguinte forma:

  • Duas ligações (por meio de uma ligação dupla) do carbono com o oxigênio proveniente da água

  • Duas ligações simples realizadas entre o nitrogênio e os dois hidrogênios presentes na molécula de água.

Abaixo temos um esquema representando a formação da acrilamida por meio da hidratação da acrilonitrila:

Hidratação da acrilonitrila para formar acrilamida
Hidratação da acrilonitrila para formar acrilamida

A poliacrilamida, por sua vez, é originada por meio da união de diversas moléculas de acrilamida após a quebra da ligação pi localizada entre os carbonos 2 e 3 de sua cadeia. Abaixo temos uma equação que representa a formação da poliacrilamida (representada por meio do seu monômero apenas):

Formação do monômero de poliacrilamida
Formação do monômero de poliacrilamida

Além da utilização no tratamento de efluentes, a poliacrilamida pode ser utilizada ainda em:

  • Tratamento de esgotos

  • Produção de papéis

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Produção de cosméticos

  • Produção de celulose

  • Eletroforese e cromatografia em laboratórios

  • Produção de fraldas descartáveis

Em relação à acrilamida especificamente, ela também pode ser originada de outras formas. Cientistas descobriram que essa substância pode ser formada a partir do aquecimento (em temperaturas superiores a 120oC) de alimentos que apresentem na sua composição as substâncias asparagina e sacarídeos (como glicose e frutose).

Fórmula estrutural da asparagina
Fórmula estrutural da asparagina

Fórmula estrutural da Glicose
Fórmula estrutural da Glicose

Quando assamos, fritamos ou tostamos um alimento, estamos submetendo-o a um aquecimento mínimo de 120 oC. Por essa razão, diariamente, muitas pessoas consomem acrilamida, pois os alimentos que a produzem sob aquecimento são vários. São eles:

  • Salgadinhos à base de milho

  • Mandioca frita

  • Batata fita

  • Pães

  • Farinhas

  • Café

  • Cereais matinais

  • Biscoitos

  • Cerveja

  • Pipoca

A pipoca é um alimento rico em fibras, mas durante seu aquecimento, forma acrilamida
A pipoca é um alimento rico em fibras, mas durante seu aquecimento, forma acrilamida

O problema nisso é que vários estudos científicos mostraram que a acrilamida apresenta alto poder neurotóxico e pode desenvolver alguns tipos de câncer.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) ainda não determinou qual é o teor de acrilamida que um ser humano deve ingerir ao longo da vida para desenvolver esses problemas de saúde. Por essa razão, como os estudos científicos realizados até aqui são inconclusivos, é recomendável diminuir o consumo de alimentos que a produzem.

Representação estrutural de uma molécula de acrilamida em 3D
Representação estrutural de uma molécula de acrilamida em 3D
Publicado por: Diogo Lopes Dias

Assuntos Relacionados