Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Curiosidades Químicas
  4. Adição de cloro na água

Adição de cloro na água

Uma das etapas de tratamento da água de piscinas e também das águas para o consumo nas estações de tratamento é a adição de “cloro”, etapa denominada de cloração.

Porém, é interessante notar que, na verdade, nem sempre se adiciona o cloro Cl2, mas, na maioria das vezes, é uma solução de hipoclorito de sódio, conhecida como cloro líquido”. Dependendo do objetivo que se pretende, são utilizadas soluções com concentrações diferentes.

Por exemplo, o “cloro ativo” ou “cloro líquido” é usado tanto no tratamento de água como para limpeza. Se for na água para beber, a solução de hipoclorito adicionada possui concentração em massa de 0,4 mg/L; já em soluções para limpeza de vegetais, a concentração é de 4 mg/L; para limpeza de utensílios é de 8 mg/L e como produto de limpeza, conhecido como água sanitária, a concentração fica entre 25 e 50 g/L.

Estação de tratamento de água

Principalmente nas piscinas, adiciona-se também o “cloro granulado”, que são grânulos de hipoclorito de cálcio, Ca(ClO)­2(s), a 65%, e o “cloro em pastilhas”, que são pastilhas de tricloro-S-triazina-triona (CNOCl3), um composto organoclorado.

Quando se adiciona “cloro” na água, podem ser esperadas duas ações principais:

1º Desinfecção: ele age destruindo ou anulando a atividade de micro-organismos patogênicos, algas e bactérias.

O cloro líquido ou os outros compostos mencionados ionizam o ânion hipoclorito (ClO1-(aq)), que é desinfetante e bactericida.  Além disso, eles também reagem com a água formando o ácido hipocloroso (HClO(aq)), que é 80 vezes mais eficiente que o ânion hipoclorito. Veja as reações que ocorrem em cada tipo de adição:

  • Adição de cloro gasoso:

Cl2(g) + 2 H2O(l) HClO(aq) + H3O+(aq) + Cl(aq)

HClO(aq) + H2O(l) ↔H3O+(aq) + ClO(aq)

  • Adição de “cloro ativo” ou “cloro líquido” (hipoclorito de sódio):

NaClO(s) ↔Na+(aq) + ClO(aq)

ClO(aq)+ H2O(l) HClO(aq) + OH(aq)

  • Adição de “cloro granulado” (hipoclorito de cálcio):

Ca(ClO)2(s) ↔Ca2+(aq) + 2 ClO(aq)

ClO(aq)+ H2O(l) HClO(aq) + OH(aq)

Resumindo, sempre vai se estabelecer o seguinte equilíbrio:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

HClO(l) + H2O(l) ↔H3O+(aq) + ClO(aq)

2º Ação oxidante: ele age como oxidante de compostos orgânicos e inorgânicos presentes na água.

Se houver matéria orgânica natural na água, haverá a formação de trihalometanos (compostos formados por um átomo de carbono, um de hidrogênio e três de halogênio, sendo que os principais são: o clorofórmio (CHCl3), o diclorobromometano (CHBrCl2), o dibromoclorometano (CHBr2Cl) e o bromofórmio (CHBr3)) e de outros subprodutos da desinfecção.

Alguns desses trihalometanos são cancerígenos e, por isso, no Brasil, a concentração máxima permitida desses compostos na água é de 100 μg . L-1. Para retirá-los da água, usam-se algumas técnicas, tais como aeração e o carvão ativo em pó.

A finalidade da adição de hipoclorito é a primeira, isto é, manter a água limpa e desinfetada. No entanto, a concentração dos ânions hipocloritos da água deve estar entre 1,0 e 3,0 ppm, pois abaixo de 1,0 ppm, há o perigo da água ainda estar contaminada e, acima de 3,0 ppm, pode trazer riscos para a saúde dos usuários.

Um aspecto interesse a se ressaltar é que o ser humano não consegue sentir o cheiro do ácido hipocloroso em concentrações inferiores a 20 ppm. Mas, conforme já dito, o máximo recomendado na água de piscinas é de 3,0 ppm. Portanto, quando alguém diz que a água está com forte “cheiro de cloro”, na verdade, não é o hipoclorito que foi adicionado à água.

Criança em piscina

Esse cheiro é resultado da reação entre o ácido hipoclorito e o cátion amônio (NH41+(aq)) vindo do suor ou da urina dos banhistas.

O pH da água também deve ser mantido em 7,2 (pH da lágrima), porque o pH pode alterar a ionização do ácido hipocloroso e assim afetar a ação desinfetante.

O teor de cloro e o pH das piscinas devem ser medidos

Homem realizando a verificação dos níveis de cloro, pH e outros produtos químicos em piscina
Homem realizando a verificação dos níveis de cloro, pH e outros produtos químicos em piscina
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados