Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Físico-Química
  4. Oxirredução
  5. Balanceamento de reações de oxidorredução

Balanceamento de reações de oxidorredução

Todo balanceamento de reações de oxirredução se baseia no seguinte princípio:

Regra de todo balanceamento.

Por exemplo, considere a reação simples abaixo, que foi citada na imagem:

Al + Cu2+ → Al3+ + Cu

Nota-se, neste caso, que apesar dos coeficientes serem iguais (1) a reação não está balanceada, pois a quantidade de elétrons perdidos pelo alumínio foi de três (Al3+), enquanto que a de elétrons cedidos pelo cobre foi de dois (Cu2+). Assim, é necessário balancear essa reação.

No caso de reações de oxirredução simples como esta, basta igualar o número de elétrons seguindo o seguinte raciocínio:

1 átomo de Al perde 3 elétrons → 2 átomos de Al perdem 6 elétrons
1 átomo de Cu ganha 2 elétrons → 3 átomos de Cu ganham 6 elétrons

Assim, baseando neste raciocínio, os coeficientes dessas espécies químicas são trocados:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

2Al + 3Cu2+ → Al3+ + Cu

Assim, é possível determinar os coeficientes das outras espécies, obtendo a equação balanceada:

2Al + 3Cu2+ → 2Al3+ + 3Cu

No entanto, em reações mais complexas, pode-se seguir o método das variações globais (?). Este é um método simples, que segue os seguintes passos:

Método das variações globais de Balanceamento de reações de oxirredução.

Exemplo: KMnO4 + HCl  → KCl  +  MnCl2  + Cl2  + H2O

1º Passo:

Determinação dos números de oxidação dos elementos participantes da reação.

 

?Nox (Mn)= 5
?Nox (Cl) = 1

2º Passo:

KMnO4 + HCl  → KCl  +  2MnCl2  + 5Cl2  + H2O

3º Passo:

2KMnO4 + 16HCl  → 2KCl  +  2MnCl2  + 5Cl2  + 8H2O

 

A reação citada na imagem não está balanceada, pois a quantidade de elétrons doada não é a mesma recebida.
A reação citada na imagem não está balanceada, pois a quantidade de elétrons doada não é a mesma recebida.
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Assuntos Relacionados